PUBLICIDADE

Miller diz que "ninguém falou sobre ordens", mas pretende ajudar Bagnaia: "Tenho noção"

Jack Miller ficou com a segunda posição no grid para o GP da Emília-Romanha por apenas 0s025. E na corrida, quer ajudar o companheiro Francesco Bagnaia para ver a Ducati conquistar um título na MotoGP

23 out 2021 14h27
ver comentários
Publicidade
Jack Miller pretende ajudar Francesco Bagnaia na luta pelo título da MotoGP
Jack Miller pretende ajudar Francesco Bagnaia na luta pelo título da MotoGP
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

A Ducati conseguiu a classificação quase perfeita em Misano, com pole-position para Francesco Bagnaia, além de Jack Miller e Luca Marini completando a primeira fila do grid para o GP da Emília-Romanha. O bom desempenho da montadora italiana já era esperado desde a última passagem da MotoGP pelo circuito, mas ainda há uma expectativa para a corrida deste domingo (24).

No GP de San Marino, também em Misano, Bagnaia conquistou a primeira vitória na categoria, depois de largar na pole e segurar Fabio Quartararo nas voltas finais. A defesa contra os ataques do francês só foi possível porque o companheiro Miller largou em segundo e protegeu a posição na primeira metade da prova, deixando Pecco abrir vantagem.

Questionado se o cenário vai se repetir para ajudar o colega de time na briga pelo título, o australiano explicou a situação.

Jack Miller ficou com a segunda posição no grid em Misano
Jack Miller ficou com a segunda posição no grid em Misano
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

"Ninguém me falou sobre ordens de equipe ou algo do tipo até o momento. Para mim, como piloto, tenho noção. Queremos a mesma coisa, ver a Ducati campeã, e faremos o melhor para isso. No momento, o Pecco [Bagnaia] é nossa melhor chance. Nada muda para mim, vou dar o meu melhor", disse Miller.

"Não é como se eu fosse mergulhar por dentro para ultrapassá-lo em alguma curva, tenho bom senso", completou.

O australiano da Ducati também analisou a participação na classificação, quando ficou apenas 0s025 atrás do melhor tempo obtido. "Tive alguns momentos, não foi fácil por conta da combinação de partes molhadas [da pista] e pneus frios", afirmou.

O GP da Emília-Romanha de MotoGP, em Misano, acontece no domingo (24), às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

CINCO MOTIVOS PARA FICAR DE OLHO NA MOTOGP EM MISANO | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade