4 eventos ao vivo

Masià toma ponta nos metros finais e vence GP de Aragão agitado da Moto3. Arenas é 7º

Com as últimas voltas bastante agitadas, Jaume Masià tratou de crescer o ritmo e cruzar a linha de chegada apenas 0s091 à frente dos adversários. Darryn Binder e Raúl Fernández completaram o pódio do dia

18 out 2020
07h44
atualizado às 08h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
É o segundo pódio de Masià em 2020
É o segundo pódio de Masià em 2020
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

O GP de Aragão da Moto3 não decepcionou no quesito ultrapassagens, ainda mais nas voltas finais. Neste domingo (18), as coisas esquentaram com seis voltas para o fim, e Jaume Masià deu o bote certeiro, segurou os adversários e garantiu a vitória.

Largando em 17º, o espanhol cresceu o ritmo nos últimos giros da disputa. Na volta final, conseguiu usar o vácuo para se colocar em primeiro e garantir o primeiro triunfo da temporada e o segundo pódio de 2020. O competidor da Leopard recebeu a bandeira quadriculada apenas 0s091 à frente do restante do pelotão.

Jaume Masià vence a primeira vez em 2020
Jaume Masià vence a primeira vez em 2020
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Darryn Binder, que esteve competitivo durante toda a corrida, terminou a prova no segundo posto, o pódio número 2 do sul-africano no campeonato. Quem completou o top-3 foi Raúl Fernández, que bateu na trave da vitória, mas ao menos garantiu o primeiro pódio no Mundial de Motovelocidade.

Romano Fenati cruzou a linha de chegada na quarta colocação, com John McPhee completando o rol dos cinco primeiros colocados do GP de Aragão. Jeremy Alcoba terminou o dia em sexto.

Albert Arenas, atual líder da classificação, chegou a brigar pelas primeiras colocações da prova, mas terminou apenas em sétimo. Entretanto, viu seu principal adversário pelo título, Ai Ogura, fechar a disputa só em 14º.

Saiba como foi o GP de Aragão de Moto3:

Assim como aconteceu no restante do fim de semana, o frio foi a marca da corrida deste domingo. Antes da largada, a temperatura estava em 17°C, com o asfalto chegando a 22°C. A velocidade do vento era de 5 km/h.

Quando as luzes se apagaram no MotorLand, Arenas saltou para a liderança, derrubando Fernández para o segundo posto. O dono da pole, porém, respondeu rápido e, ainda nos primeiros metros, recuperou o comando.

Mais adiante, Tatsuki Suzuki passou Arenas para assumir o segundo lugar. Celestino Vietti era o quarto, seguido por Fenati, Carlos Tatay e Alonso López. Também na primeira volta, Gabriel Rodrigo caiu feio na saída da curva 13 e abandonou. O argentino foi levado ao centro médico para exames.

Enquanto isso, Suzuki deu uma primeira pressionada em Fernández, mas o piloto da Red Bull KTM Ajo conseguiu manter a ponta. Atrás, Fenati passou Vietti e agora ocupava a quarta colocação.

Dono de um bom ritmo ao longo de todo o fim de semana, Fernández conseguiu abrir 0s300 de margem para Suzuki após três voltas. Restavam 17.

Ainda neste início de corrida, John McPhee teve de cumprir a punição da volta longa por uma infração cometida nos treinos de sábado e perdeu dez posições. Alonso López também recebeu a mesma pena.

A diferença de Fernández na liderança da corrida caiu para 0s227 na sequência, mas Suzuki não parecia uma grande ameaça. Ao menos por enquanto.

Após apenas cinco voltas, o primeiro pelotão era formado por só cinco pilotos, com Masià já exibindo um atraso de 2s3 em relação a Fenati, o quinto.

Na volta 6, enquanto Fernández resistiu à um ataque de Suzuki na freada da curva 1, Binder tomou o terceiro posto de Arenas na 2. Fenati seguia em quinto.

Darryn foi ao ataque mais uma vez e tomou a segundo posição de Suzuki, que também foi superado por Arenas. O sul-africano, então, foi direto pressionar o ponteiro, que se defendeu do primeiro ataque.

No fim da volta 8, Binder usou o vácuo na reta oposta e superou Fernández na freada da curva 16. Arenas era o terceiro, seguido por Suzuki e Fenati.

Raúl não tardou em responder e aproveitou a porta aberta na curva 12 para recuperar a ponta, mas não se livrou da pressão, que aumentaria a qualquer segundo, já que o segundo pelotão vinha chegando mais e mais perto da briga.

Em meados da corrida, Andrea Migno perdeu a frente na curva 10 e caiu, abandonando o GP de Aragão. O italiano não se feriu com gravidade.

Arenas foi ataque na sequência e tomou a segunda colocação de Binder, logo tratando de cortar a vantagem de 0s2 aberta por Fernández. Fenati era agora o quarto, seguido por Suzuki, McPhee, Masià, Jeremy Alcoba, Tatay e Ayumu Sasaki.

No fim da volta 12, Binder colou em Arenas na reta oposta e aproveitou a curva 17 para recuperar o segundo posto, 0s126 atrás de Fernández, que seguia na liderança. O primeiro pelotão agora envolvia oito pilotos.

Albert não demorou para reagir ao ataque e recuperou o segundo lugar, enquanto Fenati se defendia da pressão de McPhee. Vice-líder do Mundial, Ai Ogura vinha só em 16º.

Nos primeiros metros do giro seguinte, Binder grudou em Arenas e, mais uma vez, tomou a posição do piloto da Aspar, assumindo a segunda colocação.

Na passagem seguinte, foi a vez de Fenati atacar e conquistar a terceira posição de Arenas, que agora precisava se defender de Masià. Albert, então, contra-atacou e recuperou o terceiro posto. Jaume também passou Romano e agora era o quarto.

Masià não se deu por satisfeito e tomou a terceira colocação de Arenas. Na sequência, foi Binder quem aproveitou os metros finais do traçado de Alcañiz para tirar Fernández da liderança.

O espanhol da Red Bull KTM Ajo, aliás, chegou a cair para a quinta colocação, mas logo reagiu e voltou para terceiro, atrás também de Arenas. O líder do campeonato lançou um primeiro ataque na direção de Binder, mas o irmão de Brad defendeu.

O piloto da Aspar manteve a pressão, e conseguiu consolidar a ultrapassagem metros depois. Na reta oposta, Fernández e Masià ganharam o terreno necessário para passar Binder, que também foi parar brevemente atrás de McPhee.

Fernández respondeu rápido e passou Arenas para recuperar a ponta, logo abrindo vantagem de 0s3. Masià também deixou Albert para trás e se instalou no segundo posto.

Com três voltas para o fim, Jaume chegou em Fernández na reta oposta e assumiu o comando da corrida, mas o troco de Raúl veio rápido. Binder era o terceiro, seguido por Arenas e Alcoba.

Jeremy, aliás, também não ficou acomodado. Depois de passar Arenas com uma bela manobra, deixou Binder para trás para ser o terceiro colocado.

Masià lançou um novo ataque na direção de Fernández e abriu a última volta da corrida na liderança, mas perdeu ainda nos primeiros metros da volta 19. Alcoba era o terceiro, seguido por Binder e Arenas, que errou e perdeu um pouco de terreno na briga.

No setor final da pista, Masià colou em Fernández mais uma vez e conseguiu passar na reta oposta. No entanto, o piloto da Leopard extrapolou os limites da pista, uma ação que passou sem punição pelos comissários da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

Moto3 2020, GP de Aragão, MotorLand, corrida

1 J MASIÀ Leopard Honda 43:06.370
2 D BINDER CIP KTM +0.091
3 R FERNÁNDEZ Ángel Nieto KTM +0.196
4 R FENATI Snipers Honda +0.327
5 J MCPHEE SIC HONDA +0.368
6 J ALCOBA RBA KTM +0.385
7 A ARENAS Ángel Nieto KTM +0.396
8 T SUZUKI SIC58 Honda +1.933
9 C VIETTI VR46 KTM +2.389
10 D FOGGIA Leopard Honda +2.461
11 K TOBA Asia Honda +2.966
12 C TATAY Andreas Perez 77 KTM +3.020
13 A SASAKI PETRONAS Honda +4.872
14 A OGURA Asia Honda +10.949
15 D ÖNCÜ Red Bull KTM Ajo +10.979
16 F SALAC Prüstel KTM +11.172
17 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda +13.861
18 N ANTONELLI SIC58 Honda +19.761
19 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda +21.284
20 Y KUNII Asia Honda +21.339
21 R ROSSI Facile Energy KTM +21.379
22 J DUPASQUIER Prüstel KTM +21.440
23 S NEPA Avintia KTM +21.520
24 R YAMANAKA Estrella Galicia 0,0 Honda +36.628
25 B BALTUS Prüstel KTM +36.676
26 D PIZZOLI Facile Energy KTM +36.739
  K PAWI SIC HONDA NC
  M KOFLER CIP KTM NC
  A MIGNO Worldwide KTM NC

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade