2 eventos ao vivo

Lowes domina de ponta a ponta, vence GP de Teruel e assume liderança da Moto2

O britânico quase passeou na disputa no MotorLand, conseguindo a terceira vitória consecutiva na temporada 2020. Fabio Di Giannantonio e Enea Bastianini completaram o pódio do dia

25 out 2020
11h12
atualizado às 11h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Lowes conseguiu a terceira vitória do ano
Lowes conseguiu a terceira vitória do ano
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Sam Lowes teve exibição de gala no GP de Teruel da Moto2. Na corrida deste domingo (25), o competidor da Marc VDS tratou de escapar na ponta assim que foi dada a largada e garantiu a vitória no MotorLand sem ser incomodado.

Com o triunfo no circuito da Espanha, o britânico ganhou pela terceira vez consecutiva na temporada, além de ter ido pela sexta vez ao pódio. Fabio Di Giannantonio recebeu a bandeira quadriculada na segunda colocação, enquanto Enea Bastianini, então líder, completou o top-3 - o sétimo do campeonato.

Sam Lowes subiu pela sexta vez ao pódio
Sam Lowes subiu pela sexta vez ao pódio
Foto: Marc VDS / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Remy Gardner acabou a corrida no nordeste da Espanha na quarta colocação, enquanto Jorge Navarro, que largou em segundo, completou os cinco melhores colocados. Foi o segundo melhor resultado do espanhol da Speed Up no ano.

Entre aqueles que brigam pelo caneco da temporada 2020, Luca Marini terminou a disputa no MotorLand apenas na 11ª colocação, enquanto Marco Bezzecchi sequer conseguiu alcançar a linha de chegada, abandonando após queda.

O GP de Teruel mudou a situação do campeonato. Lowes pulou para a primeira colocação com sete pontos de vantagem para Bastianini, o segundo. Marini vem em terceiro, com Bezzecchi e Jorge Martín completando o top-5.

Saiba como foi o GP de Teruel de Moto2:

A temperatura subiu em Teruel na hora da Moto2. Antes da largada, os termômetros mediam 23°C, com o asfalto chegando a 28°C. A velocidade do vento era de 6 km/h.

No instante da largada, Lowes aproveitou a pole para manter a liderança, ao contrário de Navarro, que despencou para décimo depois de empinar a Speed Up ainda no grid.

Gardner assumiu a segunda colocação nos primeiros metros, mas logo foi superado por Di Giannantonio e Jake Dixon, que se instalaram no top-3. Também nos primeiros metros, Tom Lüthi e Kasma Daniel caíram na curva 1 em um incidente que também envolveu Tetsuta Nagashima.

Forte ao longo de todo o fim de semana, Lowes já tinha mais de 0s9 de frente no início do segundo giro, com Di Giannantonio 0s6 à frente de Dixon. Mais atrás, Marini caiu para nono depois de ser superado por Augusto Fernández, mas resistia à pressão de Héctor Garzó.

Remy Gardner agiu na sequência e tomou o terceiro posto de Dixon, que caiu mais uma posição, agora para Bastianini. Mais atrás, o pesadelo de Marini continuava, já que agora o piloto da VR46 era ameaçado por Lorenzo Baldassarri e Bo Bendsneyder.

Na volta 4, Marco Bezzecchi errou na curva 1 e deu sorte não só de não ser atingido, mas também de não ter levado ninguém junto. O companheiro de VR46, aliás, caiu para 12°. O fim de semana não vinha nada bom para Marini.

Bastianini aproveitou a volta 5 para passar Gardner e assumir o terceiro posto, já 1s4 atrás de Di Giannantonio. O segundo colocado, contudo, já tinha se afastado mais de 2s3 do ponteiro Lowes.

A situação de Marini ficava pior a cada volta. Com 14 giros para o fim, Luca tinha caído para 13º, atrás também de Joe Roberts. E Bendsneyder e Stefano Manzi não vinham tão longe assim.

Enquanto isso, Lowes seguia imprimindo um ritmo destacado, abrindo mais de 3s2 de margem para Di Giannantonio. Terceiro, Bastianini tampouco conseguia se aproximar do piloto da Speed Up.

Na metade da disputa em território espanhol, Garzó caiu e abandonou, promovendo Ramírez, Navarro e Baldassarri dentro do top-10.

Com o pelotão bastante espalhado, a parte divertida da disputa era o confronto pela quinta colocação. Fernández conseguiu tomar o lugar de Martín na curva 15, deixando o espanhol para se defender de Navarro e Dixon. Mais atrás, Baldassarri passou Ramírez pela nona posição.

Na 16ª das 21 voltas da corrida, Lorenzo Baldassarri caiu ao escapar da trajetória na curva 5 quando estava na nona colocação, promovendo Roberts, Vierge e Marini. O piloto da Pons não sofreu lesões sérias.

Com dois giros para o fim, Marini passou Vierge e assumiu a 11ª colocação. Com os principais rivais no campeonato no pódio em Teruel, o piloto da moto #10 precisava somar o máximo de pontos que pudesse alcançar.

Na volta final, mais um abandono: Stefano Manzi caiu e não viu a bandeirada em Teruel.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Moto2 2020, GP de teruel, MotorLand, classificação

1 S LOWES Gresini Kalex   23 voltas
2 F DI GIANNANTONIO Forward MV Agusta +8.425  
3 E BASTIANINI Italtrans Kalex +10.871  
4 R GARDNER SAG Kalex +12.657  
5 J NAVARRO Speed UP +13.006  
6 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo +14.766  
7 J DIXON NTS RW KTM +16.905  
8 A FERNÁNDEZ Team Tady Kalex +17.027  
9 M RAMÍREZ Marc VDS Kalex +21.888  
10 J ROBERTS ANGEL NIETO KTM +22.951  
11 L MARINI VR46 Kalex +24.969  
12 X VIERGE Marc VDS Kalex +26.206  
13 H SYAHRIN Flexbox HP 40 +26.317  
14 T NAGASHIMA SAG Kalex +26.685  
15 S CORSI Italtrans Kalex +26.899  
16 B BENDSNEYDER Intact Kalex +27.404  
17 N BULEGA Tasca Kalex +30.319  
18 L DALLA PORTA American KTM +30.707  
19 S CHANTRA Team Asia KTM +30.980  
20 M SCHROTTER Intact Kalex +31.501  
21 A IZDIHAR Intact Kalex +47.953  
22 X CARDELÚS Aspar Speed Up +48.375  
23 P BIESIEKIRSKI SAG Kalex +1:00.394  
  S MANZI VR46 Kalex NC  
  E PONS RW NTS NC  
  L BALDASSARRI PONS Kalex NC  
  H GARZÓ Speed UP NC  
  M BEZZECHI RW NTS NC  
  T LÜTHI Tech3 KTM NC  
  K DANIEL Tech3 KTM NC  

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade