PUBLICIDADE

Juntas desde 2012, KTM e Ajo anunciam renovação de parceria por mais cinco anos

A união entre Red Bull KTM e Ajo vai seguir até 2026 no Mundial de Motovelocidade, com as duas partes juntas nas principais categorias e também nas competições de acesso

20 jun 2021 13h41
ver comentários
Publicidade
Pedro Acosta é o grande destaque do Mundial em 2021
Pedro Acosta é o grande destaque do Mundial em 2021
Foto: Red Bull KTM Ajo / Grande Prêmio

O domingo (20) começou com novidades em Sachsenring. A Red Bull KTM renovou a parceria com a equipe Ajo Motorsport para as categorias Moto2 e Moto3 até 2026. Até o momento, a união já rendeu 60 vitórias e dois títulos no Mundial de Motovelocidade.

A KTM se juntou a time de Aki Ajo em 2012 e logo conquistou o título da Moto3 com Sandro Cortese. Em 2016, Brad Binder também levou a taça da classe mais baixa do Mundial. O sul-africano, aliás, passou por todas as categorias ao lado de KTM e Ajo até chegar ao time de fábrica da montadora austríaca na MotoGP, assim como o atual companheiro Miguel Oliveira. Além da parceria entre Red Bull e KTM se extendeu para séries ainda menores, como a MotoGP Rookies Cup e o Campeonato Europeu Junior.

Atualmente, a Red Bull KTM Ajo lidera dois campeonatos do Mundial de Motovelocidade. Pedro Acosta é o primeiro colocado na Moto3, enquanto Remy Gardner comanda a tabela de pontos na Moto2, seguido pelo companheiro Raúl Fernández.

Remy Gardner, líder da Moto2 com a Red Bull KTM Ajo
Remy Gardner, líder da Moto2 com a Red Bull KTM Ajo
Foto: Ajo / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Aki Ajo, chefe das equipes na Moto3 e Moto2, comentou a negociação. "Estamos muito felizes e agradecidos por seguir a cooperação com a KTM para os próximos anos. Esse já é nosso décimo ano juntos, então parece que o natural é continuar por pelo menos cinco anos. O sistema que críamos com a KTM e a Red Bull, do Rookies Cup até a MotoGP, é único e funciona muito bem", disse o dirigente.

"Esse tipo de conexão nos motiva no trabalho e podemos trabalhar ano a ano com jovens talentos, desenvolvendo suas habilidades e tentando educá-los na carreira", completou.

Pit Beirer, diretor-esportivo da KTM, também falou sobre a renovação entre as duas partes. "O novo acordo é realmente satisfatório e sem hesitação para nós", afirmou.

"Sinto que temos uma forte conexão. É assim que queremos correr e estamos empolgados para provar que o sistema pode funcionar na MotoGP. Lá em 2012, éramos visitantes aqui. Tínhamos uma moto, ambição e apenas um espaço atrás do caminhão da Ajo", finalizou.

WEB STORY

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade