PUBLICIDADE

Gardner passeia após queda de Raúl Fernández e vence GP da Alemanha de Moto2

Remy Gardner não teve muita dificuldade no GP da Alemanha. Depois de largar em terceiro, rapidamente assumiu a liderança e contou com a queda do companheiro Raúl Fernández para abrir vantagem e vencer. Arón Canet e Marco Bezzecchi fecharam o pódio

20 jun 2021 08h08
| atualizado às 08h26
ver comentários
Publicidade
Remy Gardner está cada vez mais líder na Moto2
Remy Gardner está cada vez mais líder na Moto2
Foto: KTM / Grande Prêmio

O fim de semana apontava mais uma intensa disputa entre a dupla da Red Bull KTM Ajo. Mas o GP da Alemanha mostrou um passeio de Remy Gardner, que venceu mais uma vez na temporada e ampliou a liderança do campeonato. Raúl Fernández, vice-líder, caiu quando ocupava a segunda posição e abandonou a etapa.

Com a queda de Fernández, o segundo lugar ficou aberto para o resto do pelotão brigar. Arón Canet levou a melhor e ocupou o posto sem grandes sustos. Marco Bezzecchi reagiu após a classificação ruim e terminou no pódio, em terceiro lugar, após intensa batalha com Fabio Di Giannantonio.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Remy Gardner venceu com folga na Alemanha
Remy Gardner venceu com folga na Alemanha
Foto: KTM / Grande Prêmio

Sam Lowes ficou em quinto, com Marcel Schrotter, Jorge Navarro, Albert Arenas, Marcos Ramírez e Cameron Beaubier fechando o top-10.

WEB STORY

A Moto2 volta à ação já no próximo fim de semana, com a nona etapa do calendário, o GP da Holanda, em Assen. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi o GP da Alemanha de Moto2:

O céu azul deu lugar a muitas nuvens no céu de Chemnitz, mas não baixou a temperatura. Antes da largada da Moto2, os termômetros mediam 29°C, com o asfalto chegando a 40°C. A umidade relativa do ar estava em 47%, com o vento soprando a uma velocidade de 10 km/h.

A escolha de pneus foi completamente uniforme: todos optaram pelos dianteiros 3, os mais resistentes, e os traseiros 3, mais macios.

Quando as luzes se apagaram na reta de Sachsenring, Raúl Fernández manteve a ponta, com Remy Gardner saltando para segundo quase que imediatamente. Xavi Vierge, Marco Bezzecchi e Fabio Di Giannantonio completavam o top-5.

Ainda nos primeiros metros em Sachsenring, Simone Corsi caiu na curva 2 e abandonou a disputa.

Como tem acontecido ao longo de toda a temporada, a prova da Moto2 logo virou um confronto entre Fernández e Gardner, com os dois abrindo mais de 1s de vantagem em relação ao terceiro colocado ainda em meados da volta 2.

No fim da volta 2 do GP da Alemanha, Gardner passou Raúl na freada da curva 12, um dos pontos tradicionais de ultrapassagem em Sachsenring. O espanhol não conseguiu responder de imediato, então o australiano aproveitou para abrir quase 0s4 de diferença.

Cada vez mais distante dos ponteiros, Vierge ia se defendendo de Bezzecchi, que era pressionado de perto por Arón Canet. Di Giannantonio e Jorge Navarro vinham em seguida.

Na volta 5, porém, um revés: Raúl caiu na curva 3. O novato da Ajo não se machucou, mas ficou irritadíssimo, caindo de joelhos para socar a brita.

Assim, Gardner ganhou mais de 4s de vantagem na liderança e tratou de ampliar mais e mais essa margem. Canet conseguiu passar Bezzecchi pelo segundo lugar, com Vierge em quarto, seguido por Di Giannantonio.

Logo depois, Lorenzo Baldassarri e Augusto Fernández abandonaram a disputas após quedas separadas. Nenhum deles se feriu com gravidade. O piloto da Marc VDS, aliás, caiu após um ligeiro toque com Jake Dixon.

Enquanto isso, Gardner ia escapando mais e mais, com Canet também isolado após abrir mais de 1s de margem em relação a Bezzecchi.

Se nada acontecia na ponta, a briga pelo quarto lugar tinha alguma pouca animação. Di Giannantonio passou Vierge e ia tentando colar em Bezzecchi, o terceiro.

Com 14 voltas para o fim, Lorenzo Dalla Porta entrou nos pits, com problemas na moto.

Com 12 voltas para o fim, Di Giannantonio passou Bezzecchi, mas o piloto da VR46 reagiu rápido e recuperou o terceiro posto de imediato. Mais atrás, Ai Ogura passou Jorge Navarro pelo sexto lugar.

Pouco depois, Tom Lüthi deu uma escapada da pista, mas conseguiu evitar a queda e voltar, apenas na 22ª colocação.

Nas voltas finais, a corrida de Navarro foi de mal a pior. O espanhol foi superado também por Marcel Schrötter e Sam Lowes e caiu para nono, já com bastante distância em relação a Joe Roberts, o décimo.

Roberts, aliás, também escorregou na tabela, superado por Albert Arenas pela décima colocação. Mais na frente, Ogura passou Vierge para ser quinto.

Com quatro giros para o fim, Bezzecchi passou a apertar o ritmo, tentando chegar em Canet para brigar pelo segundo posto. A diferença era de pouco mais de 1s, mas ia baixando. No último giro, a diferença foi para 0s7, mas sem cair muito mais.

Vierge, porém, caiu para valer, seguido por Roberts, que tampouco ficou na pista para ver a bandeirada. Ogura seguiu o mesmo caminho.

Assim, Sam Lowes avançou para quinto, seguido por Schrötter, Navarro, Arenas, Marcos Ramírez e Cameron Beaubier. Gardner venceu na Alemanha a corrida 200 da Moto2, à frente de Canet e Bezzecchi.

Moto2 2021, GP da Alemanha, Sachsenring, Corrida:

1 R GARDNER Red Bull KTM Ajo Kalex 39:39.191 28 voltas
2 A CANET Aspar Speed Up +6.158  
3 M BEZZECCHI VR46 Kalex +7.030  
4 F DI GIANNANTONIO Speed UP +8.145  
5 S LOWES Marc VDS Kalex +9.888  
6 M SCHROTTER Intact Kalex +10.000  
7 J NAVARRO Speed UP +16.039  
8 A ARENAS Aspar Speed Up +19.394  
9 M RAMÍREZ American Kalex +21.718  
10 C BEAUBIER American Kalex +26.393  
11 N BULEGA Gresini Kalex +26.732  
12 A LÓPEZ PONS Kalex +26.835  
13 B BENDSNEYDER RW NTS +28.034  
14 B BALTUS RW NTS +28.984  
15 C VIETTI VR46 Kalex +31.414  
16 T ARBOLINO Intact Kalex +33.176  
17 H SYAHRIN Aspar Speed Up +33.425  
18 S CHANTRA Team Tady Kalex +39.638  
19 T LÜTHI Intact Kalex +39.682  
20 S MANZI Forward MV Agusta +44.613  
21 J DIXON SIC Kalex +47.416  
22 A OGURA Team Tady Kalex Abandonou  
23 X VIERGE SIC Kalex Abandonou  
24 J ROBERTS American Kalex Abandonou  
25 L DALLA PORTA Italtrans Kalex Abandonou  
26 A FERNÁNDEZ Marc VDS Kalex Abandonou  
27 L BALDASSARRI PONS Kalex Abandonou  
28 R FERNÁNDEZ Red Bull KTM Ajo Kalex Abandonou  
29 F ALDEGUER Speed UP Abandonou  
30 S CORSI Forward MV Agusta Não largou  
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade