0

Fernández domina e crava pole no GP de Teruel de Moto3. Arenas larga em quinto

Com o tempo de 1min57s199, o espanhol da KTM Ajo dominou a fase final da classificação e garantiu a quinta pole-position de 2020. Tony Arbolino e Celestino Vietti completam a primeira fila de largada

24 out 2020
09h02
atualizado às 10h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
É a quinta pole de Fernández em 2020
É a quinta pole de Fernández em 2020
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Raúl Fernández vai sair na frente no GP de Teruel da Moto3. Na classificação deste sábado (24), o piloto anotou a marca de 1min57s199 na penúltima das sete voltas que completou na sessão e garantiu a quinta pole-position da temporada 2020.

Essa é a oitava vez que o espanhol da KTM Ajo vai começar a prova da primeira fila do grid. Com tempo 0s231 mais lento que o primeiro colocado, Tony Arbolino sai da segunda posição, enquanto Celestino Vietti fecha a primeira fila - sua segunda na temporada.

Essa é a oitava primeira fila de Fernández em 2020
Essa é a oitava primeira fila de Fernández em 2020
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Sendo 0s362 mais lento que o pole-position, Gabriel Rodrigo é quem larga na quarta colocação. Já Albert Arenas, líder do campeonato, virou 1min57s676 em sua última volta e assegurou a quinta posição do grid.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Salac avança ao Q2 com Nepa, Toba e Rodrigo

Em um sábado de sol, a temperatura subiu em Alcañiz nesta tarde. Na hora da classificação da Moto3, os termômetros mediam 20°C, com o asfalto chegando a 27°C. A velocidade do vento era de 10 km/h.

Filip Salac foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, com 1min58s130. Separados por 1s210, Gabriel Rodrigo, Niccolò Antonelli e Stefano Nepa eram os outros três provisoriamente com vaga na fase seguinte.

Alonso López logo tomou a segunda colocação, com Barry Baltus assumindo o terceiro posto, à frente de Carlos Tatay. Rodrigo caiu para quarto, 0s049 atrás de uma vaga na fase seguinte.

Enquanto Salac conservava a marca de 1min58s130, Tatay avançou para o segundo lugar, reduzindo para 0s205 a vantagem do piloto da Snipers. López era agora o terceiro, seguido por Baltus.

Depois de uma rodada de pit-stops, os pilotos voltaram para tentar uma última volta rápida. Como sempre acontece na Moto3, um grande pelotão se formou na pista, mas as parciais iam baixando.

Já com a bandeira quadriculada tremulando no MotorLand, Salac melhorou para 1min57s551, assegurando o topo da tabela com 0s396 de margem para Nepa, o segundo colocado. Kaito Toba ficou em terceiro, com Rodrigo aparecendo para fechar o top-4 de pilotos que avançam à fase seguinte.

Assim, Antonelli vai sair em 19º, à frente de Tatay, López, Yuki Kunii, Baltus e Davide Pizzoli.

Fernández conquista quinta pole do ano

Na fase final da classificação, Raúl Fernández foi o primeiro a pontear o Q2, 0s314 mais rápido que Ai Ogura. Dennis Foggia era o terceiro.

Apesar de a direção de prova ter prometido punições mais severas, alguns pilotos ainda insistiam em rodar lento pela pista.

Fernández não conseguiu melhorar na volta seguinte, mas Rodrigo avançou para a segunda colocação, 0s026 mais lento que o piloto da Red Bull KTM Ajo. Tatsuki Suzuki se instalou em terceiro, seguido por Ogura e Albert Arenas.

Na primeira metade do Q2, somente Celestino Vietti e Deniz Öncü ainda não tinha marcado tempo. Quando finalmente fez um giro rápido, o piloto da VR46 saltou para a segunda colocação, 0s009 atrás de Fernández.

Instantes antes de o cronômetro zerar, Fernández melhorou para 1min57s199, abrindo 0s345 de margem para Vietti, que não conseguiu melhorar no fim. De volta após a ausência na corrida da semana passada, Tony Arbolino cravou 1min57s430 na última das seis voltas que completou e saltou para segundo, 0s231 atrás de Raúl.

Vietti caiu para terceiro, à frente de Rodrigo. Arenas avançou para a quarta colocação, seguido por Ayumu Sasaki, Jaume Masià, Toba, Suzuki e Ogura.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Moto3 2020, GP de Teruel, MotorLand, classificação

1 R FERNÁNDEZ Ángel Nieto KTM 1:57.199  
2 T ARBOLINO Snipers Honda 1:57.430 +0.231
3 C VIETTI VR46 KTM 1:57.544 +0.345
4 G RODRIGO Gresini Honda 1:57.561 +0.362
5 A ARENAS Ángel Nieto KTM 1:57.676 +0.477
6 A SASAKI PETRONAS Honda 1:57.709 +0.510
7 J MASIÀ Leopard Honda 1:57.811 +0.612
8 K TOBA Asia Honda 1:57.822 +0.623
9 T SUZUKI SIC58 Honda 1:57.837 +0.638
10 A OGURA Asia Honda 1:57.849 +0.650
11 F SALAC Prüstel KTM 1:58.011 +0.812
12 D FOGGIA Leopard Honda 1:58.022 +0.823
13 R FENATI Snipers Honda 1:58.029 +0.830
14 J ALCOBA RBA KTM 1:58.076 +0.877
15 D BINDER CIP KTM 1:58.186 +0.987
16 S NEPA Avintia KTM 1:58.205 +1.006
17 J MCPHEE SIC HONDA 1:58.328 +1.129
18 D ÖNCÜ Red Bull KTM Ajo 1:58.398 +1.199
19 N ANTONELLI SIC58 Honda 1:58.260 +1.061
20 C TATAY Andreas Perez 77 KTM 1:58.335 +1.136
21 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:58.341 +1.142
22 Y KUNII Asia Honda 1:58.395 +1.196
23 B BALTUS Prüstel KTM 1:58.434 +1.235
24 D PIZZOLI Facile Energy KTM 1:58.921 +1.722
25 R YAMANAKA Estrella Galicia 0,0 Honda 1:58.952 +1.753
26 A MIGNO Worldwide KTM 1:59.001 +1.802
27 K PAWI SIC HONDA 1:59.722 +2.523
28 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda 1:59.785 +2.586
29 M KOFLER CIP KTM 1:59.844 +2.645
30 J DUPASQUIER Prüstel KTM 2:00.032 +2.602

Veja também:

Lembre os jogos que o São Paulo está sem perder no Brasileirão
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade