7 eventos ao vivo

Fernández domina classificação e anota primeira pole na Moto3 em Brno. Arenas é 7º

Em uma classificação incomum, Raúl Fernández conquistou a pole-position com 0s211 de margem para Gabriel Rodrigo. Tatsuki Suzuki completa a primeira fila, com Albert Arenas saindo em sétimo

8 ago 2020
08h24
atualizado às 08h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Raúl Fernández sobrou no TL3
Raúl Fernández sobrou no TL3
Foto: KTM / Grande Prêmio

Raúl Fernández vai estrear na pole-position da Moto3 no GP da Tchéquia. O piloto da Red Bull KTM Ajo assegurou a ponta do grid na tarde deste sábado (8) em Brno com certa tranquilidade.

Fernández dominou a maior parte da classificação com 2min08s372, mas a expectativa era por minutos finais agitados. O pelotão, porém, demorou a sair dos boxes e acabou sem tempo de fazer um ataque final à pole. Assim, Raúl ficou com a posição de honra do grid, 0s211 melhor que Gabriel Rodrigo. Tatsuki Suzuki fecha a primeira fila.

Raúl Fernández vai debutar na pole da Moto3
Raúl Fernández vai debutar na pole da Moto3
Foto: KTM / Grande Prêmio

0s401 mais lento que Fernández, Au Ogura vai largar em quarto, seguido por Dennis Foggia e Jeremy Alcoba. Com 2min08s969, Albert Arenas vai sair em sétimo, seguido por Tony Arbolino, Romano Fenati e Yuki Kunii.

Andrea Migno acabou em 11º, escoltado por Niccolò Antonelli, Jaume Masià, Stefano Nepa, Darryn Binder, Kaito Toba e Ryusei Yamanaka.

Ainda nos primeiros minutos da sessão, John McPhee sofreu uma queda forte na curva 9. O piloto da SRT escapou de lesões mais sérias, mas os danos à Honda o impediram de voltar à pista. Assim, o #17 vai largar na 18ª colocação.

Por 0s081, Deniz Öncü acabou barrado no Q1 e vai largar em 19º, à frente de Filip Salac, Barry Baltus, Carlos Tatay, Riccardo Rossi, Celestino Vietti, Alonso López, Max Koffler e Sergio Garcia.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Tchéquia, quarta etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Arbolino, Migno, Binder e Masià conseguem vaga para o Q2

A Moto3 foi a primeira das classes a realizar a classificação do GP da Tchéquia. O tempo estava quente e com céu limpo, com o termômetro chegando a 30ºC e o asfalto batendo 44ºC. A umidade estava 39% e o vento soprava a 10 km/h.

Na primeira fase da tomada de tempos, os pilotos que tiveram de ir à pista ara brigar pelas últimas quatro vagas eram Jaume Masià, Davide Pizzoli, Sergio García, Filip Salac, Celestino Vietti, Tony Arbolino, Andrea Migno, Alonso López, Darryn Binder, Jason Dupasquier, Denis Öncu, Riccardo Rossi, Barry Baltus, Ayumu Sasaki, Maximiliam Kofler, Khairul Pawi e Carlos Tatay.

Sessão liberada e o cronômetro começou a rodar. Logo os pilotos deixaram os boxes e rumaram para as voltas de instalação. Depois do primeiro giro completado, Tatay foi o primeiro a anotar tempo com 2min11s724. Vale lembrar que o #99 da Avintia sofreu um forte acidente no TL2 e foi levado ao centro médico, mas não sofreu nada mais grave.

Ainda nos primeiros minutos, Pawi sofreu um violento highside na curva 7, sendo arremessado da moto e rolando na caixa de brita. O piloto ficou no local com aparente dor e foi rapidamente atendido pelos fiscais. Instantes depois, no mesmo local, Pizzoli sofreu do mesmo mal, mas logo levantou e saiu.

Com cinco minutos para a bandeira quadriculada, Arbolino era quem puxava o restante do pelotão com 2min09s267. 0145 mais lento, Binder vinha na segunda posição. Salac e Baltus eram os outros dois nomes que avançavam ao Q2.

Mais para as posições do fundo, Migno e Masià vinham em rápido giro para se colocarem nas primeiras colocações. Ao fechar sua volta, Andrea se colocou no terceiro posto com 2min09s936, enquanto Jaume não conseguiu subir da 15ª colocação.

Virando bastante próximo do primeiro colocado, o #99 da Leopard vinha marcando os setores mais rápidos do momento. Quando completou a tentativa, pulou para terceiro, com 0s469 atrás do mais rápido. Binder era o segundo e Migno o quarto quando a sessão foi encerrada.

Fernández confirma bom desempenho e fica com pole do GP da Tchéquia

Para a segunda parte da classificação, o quarteto se juntou a Gabriel Rodrigo, Ryusei Yamanaka, Dennis Foggia, John McPhee, Nicolò Antonelli, Tatsuki Suzuki, Raul Fernández, Kaito Toba, Jeremy Alcoba, Romano Fenati, Albert Arenas, Ai Ogura, Stefano Nepa e Yuki Kunii para brigar pela pole-position. Os 18 pilotos tinham 15 minutos para tentar marcar o melhor tempo.

McPhee foi a primeira vítima de uma queda no Q2. Na curva 9, o escocês acabou jogado com força no chão, chegando a rolar quando chegou à caixa de brita. Após o incidente, foi levado ao centro médico para exames. Era o segundo piloto da SRT que ia ao chão na classificação.

Enquanto isso, na ponta da tabela, Fernández era o primeiro a anotar boa volta e saltar para primeiro com o tempo de 2min06s372. Rodrigo era o segundo com marca 0211 mais lentoa, com Suzuki fechando a primeira fila virtual.

Restando três minutos para o encerramento da tomada de tempos, a maior parte do grid estava nos boxes. A ordem era Fernández, Rodrigo, Suzuki, Ogura, Foggia, Alcoba, Arenas, Arbolino e Fenati. Neste ponto, o italiano da Max Racing era quem mais tinha completado giros, com cinco.

Com o fim da classificação, Fernández, que tem mostrado bom desempenho desde o início do fim de semana, ficou com a pole-position com o tempo de 2min08s372, marcada em sua segunda das cinco voltas completadas. O piloto da Red Bull KTM Ajo é seguido por Rodrigo e Suzuki.

Arenas, atual líder da classificação, teve dia discreto na Tchéquia. O espanhol da Aspar anotou tempo de 2min08s969, 0s597 mais lento que o ponteiro, e larga da sétima posição, na terceira fila do grid.

Moto3 2020, GP da Tchéquia, Brno, Grid de largada:

1 R FERNANDEZ Red Bull KTM Ajo 2:08.372  
2 G RODRIGO Gresini Honda 2:08.583 +0.211
3 T SUZUKI SIC58 Honda 2:08.708 +0.336
4 A OGURA Asia Honda 2:08.773 +0.401
5 D FOGGIA Leopard Honda 2:08.801 +0.429
6 J ALCOBA Gresini Honda 2:08.864 +0.492
7 A ARENAS Aspar KTM 2:08.969 +0.597
8 T ARBOLINO Snipers Honda 2:09.061 +0.689
9 R FENATI MAX Husqvarna 2:09.205 +0.833
10 Y KUNII Asia Honda 2:09.414 +1.042
11 A MIGNO VR46 KTM 2:09.518 +1.146
12 N ANTONELLI SIC58 Honda 2:09.565 +1.193
13 J MASIÀ Leopard Honda 2:09.566 +1.194
14 S NEPA Aspar KTM 2:09.655 +1.283
15 D BINDER CIP KTM 2:09.886 +1.514
16 K TOBA Red Bull KTM Ajo 2:10.181 +1.809
17 R YAMANAKA Estrella Galicia 0,0 Honda 2:11.697 +3.325
18 J MCPHEE SIC HONDA    
19 D ÖNCÜ Tech3 KTM 2:10.017 +1.645
20 F SALAC Snipers Honda 2:10.030 +1.658
21 B BALTUS Prüstel KTM 2:10.084 +1.712
22 C TATAY Avintia KTM 2:10.120 +1.748
23 R ROSSI RBA KTM 2:10.142 +1.770
24 C VIETTI VR46 KTM 2:10.222 +1.850
25 A LÓPEZ MAX Husqvarna 2:10.292 +1.920
26 M KOFLER CIP KTM 2:10.383 +2.011
27 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda 2:10.514 +2.142
28 A SASAKI Tech3 KTM 2:10.567 +2.195
29 J DUPASQUIER Prüstel KTM 2:11.173 +2.801
30 D PIZZOLI RBA KTM    
31 K PAWI SIC Honda    

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

Veja também:

Dez jogos históricos do Flamengo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade