PUBLICIDADE

Ducati descarta contratação de Viñales para 2022: "Estamos investindo em jovens pilotos"

Maverick Viñales na Ducati na próxima temporada? Se depender da montadora italiana, não vai acontecer, mesmo que algumas equipes satélites ainda tenham espaço no grid

8 jul 2021 09h05
ver comentários
Publicidade
Maverick Viñales está de saída de Yamaha no fim de 2021
Maverick Viñales está de saída de Yamaha no fim de 2021
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

A partir de 2022, a Ducati vai contar com oito motos no grid da MotoGP. Além da equipe de fábrica, outros três times satélites vão correr com a Demosedici: Pramac, Gresini e VR46. Com isso, a montadora italiana já vai definindo seus pilotos para o futuro e um nome não parece entrar na lista, o de Maverick Viñales.

O espanhol anunciou, logo depois do GP da Holanda, a saída da Yamaha no fim da temporada 2021. O caminho mais provável é o da Aprilia, mas isso não impede a sondagem de outras montadoras e equipes. A Ducati, no entanto, gentilmente recusou contar com Maverick no próximo campeonato.

"Sinto muito que o Viñales tenha tomado essa decisão, mas ele vai ter suas razões, claro. Um futuro com a Ducati? Neste momento, estamos bem satisfeitos com Francesco Bagnaia e Jack Miller, enquanto outros pilotos da Ducati também estão andando bem", disse David Tardozzi, chefe da equipe de fábrica, à emissora Sky Italia.

Maverick Viñales vai deixar a Yamaha no fim de 2021
Maverick Viñales vai deixar a Yamaha no fim de 2021
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Estamos investindo em jovens pilotos, então espero e torço para que eles nos tragando fortes resultados", completou.

Entre as equipes que vão correr com motos Ducati em 2022, apenas a VR46 ainda não definiu seus pilotos, mas Luca Marini e Marco Bezzecchi aparecem como favoritos pelas vagas. O time de fábrica vai contar com Bagnaia e Miller, a Pramac renovou com Johann Zarco e Jorge Martín, enquanto a Gresini vai de Enea Bastianini e Fabio Di Giannantonio no próximo ano.

Questionado sobre o futuro de Viñales, Tardozzi foi simpático com a situação do espanhol na categoria. "Não sei onde ele vai correr, mas espero que continue na MotoGP. É um piloto importante e muito veloz, espero que a Aprilia consiga os melhores pilotos para que seja o mais competitiva possível", finalizou.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade