4 eventos ao vivo

Binder é punido pela MotoGP por causar queda de Miller no GP de Teruel

Por conta do incidente na curva 2 do MotorLand, o sul-africano da KTM vai ter de cumprir a punição da volta longa no GP da Europa, próxima etapa da MotoGP

26 out 2020
08h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
MotoGP 2020 Espanha Teruel MotorLand Domingo KTM Brad Binder
MotoGP 2020 Espanha Teruel MotorLand Domingo KTM Brad Binder
Foto: Grande Prêmio

O Painel de Comissários da MotoGP não deixou Brad Binder escapar livre do incidente com Jack Miller na segunda curva do GP de Teruel de domingo (25). O sul-africano vai ter de cumprir a punição da volta longa, em que os pilotos saem do traçado em um espaço pré-determinado para fazê-los perder tempo, no GP da Europa, próxima etapa da temporada 2020.

Ainda na primeira volta da corrida no MotorLand, Binder atingiu a traseira da Ducati #43 da Pramac e caiu, levando o australiano junto. Apesar do susto, nenhum dos dois pilotos sofreu lesões mais sérias.

Imediatamente, a MotoGP anunciou que o incidente seria revisado e, horas após o fim da corrida, o Painel composto por Bill Cumbow, Freddie Spencer e Raffaele De Fabritiis julgou que Binder guiou de maneira irresponsável, causando a queda de outro piloto.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Isso é uma contravenção do Artigo 1.21.2 do Regulamento da FIM para o Mundial de Motovelocidade: 'Pilotos devem guiar de uma maneira responsável, que não cause risco a outros competidores ou participantes, seja na pista ou no pit-lane'", diz o texto da sanção.

Após a corrida, Binder reconheceu que se equivocou após fazer uma boa largada no circuito que recebeu também o GP de Aragão na semana passada.

"Foi um grande erro da minha parte e lamento muito por ter tirado Jack da corrida", falou Binder. "Quero me desculpar não só com o meu time, mas com o dele também", completou.

"É a segunda vez que faço isso este ano [a primeira foi com Miguel Oliveira, em Jerez], o que é muito, muito ruim", reconheceu. "Mas o que posso fazer? Agora já foi e só posso me desculpar com a Pramac e com Jack por atrapalhar a corrida deles", completou.

Miller, por sua vez, foi rápido em desculpar o colega e contou que o fez quando os dois ainda se afastavam do local do acidente.

"Eu sabia que devia ter sido atingido, porque não foi um highside normal", afirmou Jack, que acabou ejetado da moto. "Vi Brad e falei: 'Que merda, Brad?'. Tirei o capacete enquanto estávamos saindo da brita e perguntei: 'O que aconteceu?'. E ele disse: 'Não sei, cara. Desculpa'", relatou.

"E eu disse: 'Não se preocupe com isso'. Às vezes, as corridas são assim, especialmente aqui, já que esta curva é também muito apertada. Perguntei a ele o que aconteceu, mas ele provavelmente não sabia. Quando assisti, parece que ele chegou no pelotão com velocidade e eu tive azar de estar lá. Todos nós já fizemos isso, eu já fiz, então não vou sentar aqui e amaldiçoá-lo. É o que é", encerrou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade