PUBLICIDADE

Bagnaia vê desvantagem para Quartararo cair pouco, mas pontua: "Vamos tentar tudo"

Francesco Bagnaia venceu de novo na MotoGP, mas tirou poucos pontos para o líder Fabio Quartararo. Apesar da missão quase impossível, o piloto da Ducati segue confiante na reta final do campeonato

19 set 2021 15h23
ver comentários
Publicidade
Francesco Bagnaia conquistou a segunda vitória seguida no ano
Francesco Bagnaia conquistou a segunda vitória seguida no ano
Foto: AFP / Grande Prêmio

Francesco Bagnaia embalou na temporada 2021 da MotoGP. Depois de conquistar a primeira vitória na categoria no último domingo, em Aragão, o piloto da Ducati venceu de novo, dessa vez o GP de San Marino. Mesmo assim, novamente não foi fácil, agora impedindo os ataques de Fabio Quartararo nas voltas finais.

Apesar da dificuldade, Bagnaia viu algumas diferenças em relação ao sufoco passado em Aragão. Na primeira vitória, segurou Marc Márquez desde o início. Em Misano, chegou a abrir três segundos de vantagem durante a prova.

"A vitória em Aragão foi com a corrida inteira no limite. Aqui, o Fabio precisou se aproximar. Sabia que poderia conseguir, mas perdi força com os pneus. Tentei fazer um bom início por causa do composto macio. Logo vi que o Fabio ia se aproximar e as últimas voltas foram incríveis. Agora sei como encontrar tempo quando os pneus estão ruins", disse à emissora DAZN.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Francesco Bagnaia fez a festa depois da vitória em Misano (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

"Aqui é minha corrida em casa e queria essa vitória. Ganhar aqui é especial por todo o público no local. Quando vence, já sabe o que fazer", seguiu.

Com a vitória em Misano, Bagnaia agora está 48 pontos atrás de Quartararo na classificação do campeonato, com mais 100 em jogo nas últimas quatro corridas. A próxima etapa é em Austin, onde a Ducati espera levar vantagem sobre a Yamaha.

"Vamos a Austin com mais motivação e a 48 pontos de distância. Fabio não perdeu muitos pontos, mas vamos tentar tudo. Era importante conquistar [a vitória] e vamos seguir assim", concluiu.

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 3 de outubro para o GP das Américas, em Austin, no Texas. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade