4 eventos ao vivo

Arenas domina e é mais rápido no terceiro treino livre do GP de Teruel da Moto3

Com a marca de 1min57s564, o atual líder da classificação ditou o ritmo da última sessão antes da classificação. Raúl Fernández e Celestino Vietti fecharam o top-3

24 out 2020
05h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Albert Arenas
Albert Arenas
Foto: Aspar / Grande Prêmio

Albert Arenas tratou de liderar o último treino livre do GP de Teruel da Moto3. Neste sábado (24), o líder da classificação dominou a sessão, anotou 1min57s564 e se colocou como o mais rápido da sessão que antecede a classificação.

Ao longo do TL3, o competidor da Aspar sempre apareceu entre as primeiras colocações. Mas após assumir a ponta, dali não saiu mais, garantindo também a primeira vaga para a fase final da tomada de tempos da parte da tarde.

Albert Arenas foi o mais rápido no TL3 do GP de Teruel
Albert Arenas foi o mais rápido no TL3 do GP de Teruel
Foto: Aspar / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Apenas 0s084 mais lento que o ponteiro, Raúl Fernández anotou a segunda melhor marca da sessão. Celestino Vietti havia usado sua última volta rápida para saltar para o segundo posto, mas teve o giro cancelado e ficou em terceiro.

Romano Fenati foi 0s115 mais lento que Arenas e se colocou na quarta colocação. Vice-líder, Ai Ogura fechou o rol dos cinco primeiros. Todos os 12 primeiros pilotos conseguiram as vagas para o Q2 da classificação.

Saiba como foi o terceiro treino da Moto3 em Aragão

A Moto3 abriu as atividades do sábado no MotorLand. Após as voltas de instalação, Deniz Öncü foi o primeiro a aparecer na ponta, mas logo Romano Fenati tratou de superá-lo ao fazer 1min59s315. Darryn Binder estava em terceiro.

Com o andamento da sessão, as posições na tabela de tempos mudaram com Binder pulando para a ponta ao virar 1min57s913. Único na casa de 1min57s, tinha 0s222 de vantagem para Celestino Vietti, segundo, e 0s274 para Albert Arenas, terceiro.

John McPhee foi o primeiro a cair durante a sessão. Com pouco menos de metade do tempo percorrido, o competidor da SRT levou um tombo na curva 8, mas saiu ileso. Diferente dos acidentes do sábado no mesmo ponto, o treino não precisou ser paralisado.

Nos tempos combinados dos treinos que garantem, ou não, a ida do piloto ao Q2 da classificação, a ordem estava Arenas, Raúl Fernández, Ayumu Sasaki, Binder, Öncü, Jaume Masià, Jeremy Alcoba, Vietti, Fenati, Gabriel Rodrigo, Ai Ogura, Filip Salac, Andrea Migno e McPhee.

Ao entrar nos dez minutos finais da sessão, todos os competidores estavam parados. O tempo a ser batido ainda era o do líder da classificação, que baixou a marca para 1min57s564. Fernández vinha na sequência apenas 0s084 mais lento, enquanto Sasaki tinha 0s251 de atraso.

Com a bandeira quadriculada, Arenas fechou a manhã como o mais rápido. Fernández manteve a segunda colocação, enquanto Vietti, Fenati e Ogura completaram os cinco mais rápidos do treino.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade