PUBLICIDADE

Aprilia mantém foco em Dovizioso, mas diz ter "alternativas na mesa" para 2022

A Aprilia ainda possui uma vaga aberta para a próxima temporada da MotoGP. A preferência é contar com Andrea Dovizioso, que realizou alguns testes com a equipe recentemente, mas o diretor da marca citou que pode ter outras opções de pilotos para correr com Aleix Espargaró

25 jun 2021 05h50
ver comentários
Publicidade
Andrea Dovizioso durante teste em Misano
Andrea Dovizioso durante teste em Misano
Foto: Aprilia / Grande Prêmio

O terceiro teste de Andrea Dovizioso com a Aprilia, dessa vez em Misano, se encerrou. O veterano piloto, que já tinha corrido com a montadora italiana em Jerez e Mugello anteriormente, fez 126 voltas ao longo de dois dias.

O teste foi focado na evolução da moto RS-GP, com foco na parte aerodinâmica e eletrônica. Independente dos resultados, a Aprilia ainda procura um segundo piloto para 2022, para correr ao lado de Aleix Espargaró. Massimo Rivola, diretor-executivo da marca, comentou sobre o assunto e como Dovizioso pode se encaixar no posto.

"Estamos satisfeitos com esses testes, pois nos deram pontos importantes e demonstaram o progresso da moto que também já foi visto nas últimas corridas. É o trabalho que vamos continuar, como programado, em julho. Andrea provou ser um grande piloto em termos de sensitividade e entendimento do comportamento da moto", afirmou Rivola.

Andrea Dovizioso voltou a testar com a Aprilia em 2021
Andrea Dovizioso voltou a testar com a Aprilia em 2021
Foto: Aprilia / Grande Prêmio

WEB STORIES

"Em paralelo com o teste, a Aprilia Racing está tomando medidas para encontrar a melhor solução para o grid de 2022 sem ter que esperar o resultado dos próximos testes, em julho. Andrea está certamente incluso nas soluções que avaliamos, mas existem alternativas bem interessantes e válidas na mesa. Uma decisão deve ser tomada em breve e aí conseguiremos planejar o futuro estratégico do time", completou.

Dovizioso, que está fora do grid da MotoGP na temporada 2021, preferiu focar nos testes realizados em Misano durante a semana.

"Foi um teste bem interessante. Treinar no terceiro circuito diferente foi extremamente importante para entender melhor a moto e ver quais pontos precisam ser desenvolvidos. Testamos e mudamos várias coisas para entender muitos detalhes que, na realidade, colhemos de maneira detalhada, identificamos e melhoramos. Com os próximos testes, seremos capazes de fazer mais comparações e discutir melhor nossas ideias", pontuou.

A MotoGP volta à ação já no próximo fim de semana, com a nona etapa do calendário, o GP da Holanda, em Assen. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade