5 eventos ao vivo

Álex Márquez sobra e lidera 1-2 da Honda com Nakagami no TL1 em Teruel. Mir é terceiro

Mesmo com uma queda na última das 19 voltas que fez na manhã desta sexta-feira (23), o espanhol da Honda assegurou a liderança do primeiro treino com 0s438 de margem para o japonês da LCR. Líder do Mundial, Joan Mir ficou em terceiro

23 out 2020
06h50
atualizado às 08h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Álex Márquez liderou 1-2 da Honda
Álex Márquez liderou 1-2 da Honda
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Vindo de mais um pódio ― o segundo na MotoGP ―, Álex Márquez abriu o fim de semana do GP de Teruel com o pé direito. O piloto da Honda assegurou a liderança do primeiro treino livre mesmo com uma queda na última das 19 voltas que deu no MotorLand de Aragão nesta sexta-feira (23).

Calçando a traseira da Honda com um pneu macio, Álex foi 1min48s184 na penúltima volta para recuperar a liderança que tinha perdido para Takaaki Nakagami com 0s438 de folga. O irmão de Marc ainda tentou uma nova volta rápida, mas caiu na curva 17 e não melhorou.

Álex Márquez liderou o treino desta manhã
Álex Márquez liderou o treino desta manhã
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Líder do campeonato, Joan Mir foi 0s809 mais lento que Márquez e acabou em terceiro. O piloto da Suzuki, assim como a maioria dos pilotos, não usou pneu macio nos instantes finais do treino.

Substituto de Marc, Stefan Bradl ficou com a quarta colocação, à frente de Franco Morbidelli e Maverick Viñales. Melhor Ducati, Jack Miller foi o sétimo, com Aleix e Pol Espargaró e Cal Crutchlow fechando o top-10.

Fabio Quartararo teve uma manhã discreta e acabou apenas em 17º. O piloto da SRT Yamaha completou 18 voltas, a melhor delas em 1min49s621, e acabou 1s437 atrás de Márquez.

Saiba como foi o treino livre 1 da MotoGP em Alcañiz:

Ao contrário da semana passada, a sexta-feira amanheceu com temperaturas um pouco mais elevadas. Na hora do primeiro treino do fim de semana, os termômetros mediam 18°C, com o asfalto chegando a 19°C. A velocidade do vento era de 11 km/h.

Com 1min5s694, Quartararo abriu a sessão matutina no topo da tabela, mas logo foi substituído por Miller. Álex Márquez assumiu a segunda colocação, à frente de Johann Zarco.

Na quinta volta nesta manhã, Viñales foi a 1min49s176 e assumiu a ponta, 0s090 melhor que Miller. Pol Espargaró era o terceiro, seguido por Cal Crutchlow, Álex Márquez, Álex Rins e Mir.

Na sequência, Álex Márquez baixou para 1min48s953 e assumiu o comando da atividade, 0s102 mais rápido que Takaaki Nakagami, o segundo colocado. Viñales, Morbidelli e Mir completavam o top-5.

Instantes mais tarde, a liderança passou para as mãos de Nakagami, que foi 0s331 mais rápido que Márquez. Mir avançou para o terceiro posto, 0s497 mais lento do que o japonês da LCR.

Restando 15 minutos para o fim do primeiro treino do fim de semana, Nakagami seguia no topo da tabela, 0s331 melhor que Álex Márquez. Mir era o terceiro, com Viñales, Morbidelli, Miller, Aleix e Pol Espargaró, Crutchlow e Zarco fechando o top-10. Quartararo era o 17º.

Depois de uma passagem pelos boxes, Morbidelli voltou para a pista para cravar 1min49s100 e assumir o quarto posto, 0s478 atrás de Nakagami. Usando um pneu macio novo na dianteira e um médio atrás, Mir seguiu o mesmo caminho, mas não melhorou o bastante para sair do terceiro lugar, apenas reduzindo para 0s376 o atraso em relação a Takaaki.

Quem também conseguiu ser mais rápido foi Aleix Espargaró. O catalão registrou 1min49s305, mas permaneceu na sétima colocação, 0s683 atrás do líder. O caçula Pol vinha 0s041 atrás.

Com pouco mais de três minutos para o fim, Stefan Bradl cravou 1min49s003 e saltou para a quarta colocação, 0s381 mais lento que Nakagami. Enquanto isso, Crutchlow pegava uma carona de volta aos boxes da LCR após um problema mecânico com a RC213V.

Calçando a traseira da Honda com um pneu macio novo, Márquez foi a 1min48s184 para recuperar a ponta, abrindo 0s438 de margem para o futuro companheiro de LCR, uma vez que vai descer para a equipe satélite em 2021.

Já com o cronômetro zerado, Álex vinha baixando ainda mais, mas acabou caindo no último setor da pista, na curva 17, e não teve como melhorar. Ainda assim, o espanhol, que não se feriu, assegurou a liderança da sessão.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

MotoGP 2020, GP de Teruel, MotorLand, treino livre 1

1 A MÁRQUEZ Honda 1:48.184  
2 T NAKAGAMI LCR Honda 1:48.622 +0.438
3 J MIR Suzuki 1:48.992 +0.808
4 S BRADL Honda 1:49.003 +0.819
5 F MORBIDELLI SRT Yamaha 1:49.100 +0.916
6 M VIÑALES Yamaha 1:49.176 +0.992
7 J MILLER Pramac Ducati 1:49.211 +1.027
8 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:49.305 +1.121
9 P ESPARGARÓ KTM 1:49.346 +1.162
10 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:49.356 +1.172
11 J ZARCO Avintia Ducati 1:49.360 +1.176
12 A RINS Suzuki 1:49.372 +1.188
13 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:49.442 +1.258
14 D PETRUCCI Ducati 1:49.482 +1.298
15 I LECUONA Tech3 KTM 1:49.501 +1.317
16 A DOVIZIOSO Ducati 1:49.512 +1.328
17 F QUARTARARO SRT Yamaha 1:49.621 +1.437
18 B SMITH Aprilia Gresini 1:49.727 +1.340
19 B BINDER KTM 1:49.962 +1.778
20 T RABAT Avintia Ducati 1:50.215 +2.031
21 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:50.251 +2.067

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade