1 evento ao vivo
MMA

Marajó resiste, mas é superado por Faber e perde grande chance no UFC

17 ago 2013
22h57
atualizado em 18/8/2013 às 01h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Era uma luta extremamente difícil: Iuri Marajó sequer está entre os dez melhores dos pesos galos e foi enfrentar o número 2 do ranking desta categoria. Também era a grande chance do brasileiro provar que estava entre os melhores. Ele teve raça e resistiu, mas o americano Urijah Faber foi muito superior na luta de chão e assim conseguiu a vitória por pontos. Foi a segunda derrota do brasileiro no Ultimate Fighting Championship (UFC), em um card que terá ainda a luta entre Mauricio Shogun Rua e Chael Sonnen.

<p>Urijah Faber anulou quaisquer tentativas de Iuri Maraj&oacute;</p>
Urijah Faber anulou quaisquer tentativas de Iuri Marajó
Foto: Getty Images

A luta começou com um incrível ataque de Marajó, que derrubou seu adversário, passou a guarda, ficou por cima e acertou seguidos golpes. Faber tentou contra-atacar com uma chave na perna do brasileiro, mas não conseguiu e depois voltou a ficar por baixo. Só no final do round o americano conseguiu algum domínio no chão e acertou cotoveladas potentes.

Faber se empolgou com isso e voltou ainda melhor para o segundo assalto. Conseguiu a queda, manteve a luta na grade e, além de castigar Iuri com mais socos, também esteve perto de uma finalização. Sem qualquer reação no segundo round, Marajó voltou a ser derrubado e dominado. Só no último minuto o brasileiro teve a chance de conseguir uma finalização, mas Faber mostrou talento para escapar e assegurar a vitória.

Veja como foram outras lutas do card principal do UFC deste sábado:

Matt Brown nocauteia Mike Pyle em 30s
Experiente e em boa fase, Pyle era visto como um adversário difícil para Matt Brown, mas essa análise foi para o espaço em 30s apenas. Bastaram dois socos e uma joelhada para que Pyle caísse perto da grade. Então Brown emendou mais socos e fez com que o juiz decretasse o nocaute, que é sua sexta vitória consecutiva.

John Howard vence Uriah Hall por decisão dividida dos jurados
Conhecido como "Homem Ambulância" por nocautear com contundência seus adversários, Hall surpreendeu por levar a luta para o chão logo no primeiro round. Mas logo os dois voltaram a ficar em pé, e Howard levou a pior com isso, já que os socos, chutes e cotoveladas de Hall passaram a entrar com mais frequência.

Também apareceu o lado mais estratégico de Hall, que diversas vezes usou a grade para dominar o adversário, buscar quedas e conquistar mais pontos. Nem sempre isso funcionou e fez o duelo ficar mais igual. Só no final os dois partiram para golpes inovadores, mas nada que pudesse definir o combate. A vitória de Howard foi surpreendente, mas na prática os dois saíram perdendo em um combate que foi chamado de "horrível" por Dana White. Michael Johnson vence Joe Lauzon por decisão unânime dos jurados

Michael Johnson vence Joe Lauzon por decisão unânime dos jurados
Os dois vinham de derrotas recentes e talvez tenham mostrado cautela no começo. Eles se estudaram bastante, mas isso durou até Johnson acertar um forte soco direto de esquerda. Depois disso, Lauzon se perdeu no combate, apanhou durante todo o round, mas aguentou até a primeira parada da luta.

<p>Outra vez o rosto de Lauzon ficou destronado ap&oacute;s uma luta</p>
Outra vez o rosto de Lauzon ficou destronado após uma luta
Foto: Getty Images

Com medo do boxe de Johnson, Lauzon resolveu tentar derrubá-lo no segundo round. Não conseguiu, mas pelo menos respirou e, mais inteiro, equlibrou a luta. Porém, todo resto de fôlego acabou no último assalto, quando Johnson voltou a acertar socos e cotoveladas contundentes e, apesar de não conseguir o nocaute, saiu com a vitória natural por pontos.

Veja também:

Luis Suárez, Cavani e Cazares são os destaques do Resumão do Mercado
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade