0

Judocas do Brasil faturam três medalhas no Grand Prix de Cancún

Victor Penalber (81kg) foi prata e Aléxia Castilhos (63kg) e Marcelo Contini (73kg) ficaram com o bronze

13 out 2018
23h17
  • separator
  • comentários

A equipe brasileira de judô encerrou o segundo dia de disputas do Grand Prix de Cancún com três medalhas. Victor Penalber (81kg), Aléxia Castilhos (63kg) e Marcelo Contini (73kg) subiram ao pódio neste sábado, na cidade mexicana. Na sexta-feira, os brasileiros já haviam obtido duas medalhas, sendo uma delas de ouro, com a campeã olímpica Rafaela Silva.

Cabeça de chave, Penalber foi quem chegou mais perto do ouro neste sábado. Até a final, ele venceu o romeno Marcel Cercea, o francês Alpha Oumar Djalo, o espanhol Jose Izquieta e o alemão Tim Grakow. Na decisão, caiu diante do belga Sami Chouchi, atual vice-campeão europeu.

Victor Penalber (81kg) foi prata e Aléxia Castilhos (63kg) e Marcelo Contini (73kg) ficaram com o bronze
Victor Penalber (81kg) foi prata e Aléxia Castilhos (63kg) e Marcelo Contini (73kg) ficaram com o bronze
Foto: Divulgação/CBJ / Estadão

"Fiquei muito feliz com o resultado nesta competição. Já vinha voltando de lesão neste ano, tentando evoluir em cada competição. Mas, subir no pódio, premiar, fazer uma grande competição foi muito importante para mim", comentou Penalber, após faturar a medalha de prata.

Já Marcelo Contini obteve o bronze na categoria até 73kg. Após ser batido na semifinal, ele fez bonito na disputa do terceiro lugar e superou o peruano Alonso Wong. "Eu considero que esse bronze veio na hora certa e está com gostinho de ouro pela minha atitude na luta e por tudo o que eu lutei hoje", destacou o judoca. Eduardo Barbosa, por sua vez, terminou em quinto lugar na categoria até 73kg.

No feminino, o destaque foi Aléxia Castilhos, bronze na disputa até 63kg. Ela venceu três lutas por ippon, caiu apenas nas quartas de final diante da britânica Lubjana Piovesana e derrotou a australiana Katharina Haecker na última luta para levar o bronze. "Acredito que essa consistência seja o resultado de um trabalho forte e a confiança que eu tenho em mim desde que eu conquistei a minha primeira medalha no Circuito", comentou.

Outros brasileiros no tatame neste sábado, Ketleyn Quadros (até 63kg) e Tiago Pinho (até 81kg) foram eliminados ainda na fase preliminar. No domingo, o Brasil será representado na disputa, no terceiro e última dia de disputas em Cancún, com Mayra Aguiar (até 78kg), Samanta Soares (até 78kg), Maria Suelen Altheman (acima de 78kg), Beatriz Souza (acima de 78kg), Rafael Macedo (até 90kg), Rafael Buzacarini (até 100kg), Leonardo Gonçalves (até 100kg), David Moura (acima de 100kg) e Ruan Isquierdo (acima de 100kg).

No total, a equipe brasileira já soma cinco medalhas na cidade mexicana, com um ouro, uma prata e três bronzes.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade