PUBLICIDADE

Joe Rogan defende Charles do Bronx após falha na balança

Segundo o comentarista, a entidade reguladora do UFC 274, a Arizona Boxing Commission, foi a responsável

19 mai 2022 16h30
ver comentários
Publicidade

A polêmica sobre a balança no UFC 274, que tirou o título dos leves de Charles do Bronx, ainda segue rendendo. Nesta semana, Joe Rogan, comentarista oficial do Ultimate, saiu em defesa do brasileiro que, apesar de ter perdido o título, finalizou Justin Gaethje em pouco mais de três minutos de combate.

Charles do Bronx não conseguiu bater o peso e perdeu o cinturão dos leves do UFC (Foto: Divulgação / UFC)
Charles do Bronx não conseguiu bater o peso e perdeu o cinturão dos leves do UFC (Foto: Divulgação / UFC)
Foto: Lance!

Segundo o comentarista, o fato de a entidade reguladora do UFC 274, a Arizona Boxing Commission, não promover tantos eventos de alto nível foi determinante para o erro. Rogan disse que a responsabilidade não pode cair sobre o Charles do Bronx.

- Não estou reclamando da cidade, amo Phoenix. Mas acontece que as pessoas de lá não participam de lutas de grande nível, com disputas de cinturão, regularmente. Eles fazem isso pouco. Tivemos bons momentos lá, fizeram bons eventos por lá, mas eles cometeram um erro. Deveria ter alguém cuidando da balança- disse Rogan em seu podcast no Spotify e completou:

- Ele (Charles) foi prejudicado. Tiveram algumas travessuras na balança. Algumas pessoas mexeram com a balança. O problema com as balanças digitais é que lutadores estrangeiros usam quilos e aqui nos Estados Unidos usamos libras. As balanças são calibradas, mas alguns lutadores estrangeiros iniciam ela para poder trocar para quilos. E isso ferrou com a calibragem - encerrou.

Lance!
Publicidade
Publicidade