PUBLICIDADE

Com presença de nomes importantes, São Paulo Open da CBJJE é agitado

O evento da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE) foi recheado de confrontos de alto nível e duelos decididos nos detalhes

28 set 2021 20h24
ver comentários
Publicidade

No último fim de semana, no tradicional Ginásio do Ibirapuera, na capital paulista, aconteceu o São Paulo Open - com e sem quimono. O evento da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE) foi recheado de confrontos de alto nível e duelos decididos nos detalhes.

São Paulo Open da CBJJE foi marcado pelo alto nível técnico (Foto: Divulgação/CBJJE)
São Paulo Open da CBJJE foi marcado pelo alto nível técnico (Foto: Divulgação/CBJJE)
Foto: Lance!

Um dos destaques foi o casca-grossa Igor Tigrão. O lutador da Dream Art venceu o pesadíssimo No-Gi e fechou o absoluto com José Neto "Coxinha", atleta da Cícero Costha, nas competições com quimono. O faixa-preta comentou sobre o fato de o peso-aberto ter premiação em dinheiro.

- A premiação em dinheiro da CBJJE é muito importante para os atletas que buscam crescer e se tornar profissionais, principalmente aqueles que não têm patrocínio - destacou o faixa-preta.

Outro nome de destaque das artes marciais que marcou presença com os seus alunos e também entrou no tatame foi Lucas Mineiro. O lutador de MMA, que pertence ao plantel do Brave CF, e responsável pela equipe Capital da Luta analisou a participação.

- Minha equipe é voltada para o MMA, achei interessante colocar meus atletas para se testarem no evento da CBJJE, inclusive eu, que em doze anos de história no MMA, foi a primeira vez que lutei No-Gi - analisou o atleta.

O evento seguiu mais uma vez um rígido protocolo sanitário contra a pandemia do novo coronavírus e o acesso do público foi restrito. A CBJJE também pagou premiações em dinheiro aos campeões do absoluto juvenil, adulto e master (masculino e feminino) com e sem quimono.

Lance!
Publicidade
Publicidade