PUBLICIDADE

Após rápido nocaute, Poatan afirma que Adesanya precisa melhorar se quiser manter o cinturão

Brasileiro assistiu a luta do rival de pertinho no UFC 276, em Las Vegas, e mandou a letra: 'não me empolgou'

5 jul 2022 - 09h29
Ver comentários
Publicidade

A rapidez de Alex Poatan para nocautear Sean Strickland, em pouco mais de dois minutos de primeiro round, no UFC 276, sábado passado, se repetiu para mandar um recado claro para Israel Adesanya, seu próximo adversário e atual campeão peso-médio. O brasileiro deixou claro que para continuar com o título seu rival de Kickboxing terá de melhorar muito seu desempenho.

Alex Poatan disse que vitória de Israel Adesanya 'não impressionou' (Foto: Reprodução/UFC)
Alex Poatan disse que vitória de Israel Adesanya 'não impressionou' (Foto: Reprodução/UFC)
Foto: Lance!

Protagonista da luta principal em Las Vegas, Adesanya ganhou de Jared Cannonier por decisão unânime. Ao falar sobre este confronto para o canal "Combate", Poatan comentou que não se sentiu impressionado em nenhum momento. E olha que o paulista viu o duelo bem de pertinho.

- Estava ali na frente mesmo (do octógono) e, pra ser sincero, não me empolgou (desempenho de Adesanya). Vi as pessoas indo embora no quarto round, não estavam empolgadas. Mas na próxima luta ele vai ter que vir melhor. Se vier dessa forma aí, não vai ter jeito. Ele está vendo a minha evolução, sabe que sou perigoso, ele sabe o risco que ele corre. Ele vai vir melhor e eu vou fazê-lo empolgar essa galera. Ginásio lotado, as pessoas merecem ver um show, e eu não vi muita coisa dele hoje - garante o astro do Kickboxing.

A rivalidade entre os dois, vale salientar, vem de longe, desde que ambos se enfrentavam no Kickboxing e Poatan levou a melhor em dois confrontos. O brasileiro não se esquece dos comentários de Adesanya há um certo tempo e diz ter certeza de que seu futuro adversário pelo cinturão peso-médio não esperava encontrá-lo tão rapidamente no MMA profissional.

- Para Adesanya é uma surpresa eu estar aqui hoje, porque tem um vídeo de dois anos atrás postado e ele falou que eu iria estar num bar sentado com os meus amigos, bebendo e contando: 'tá vendo aquele cara ali, campeão do UFC, já venci ele duas vezes'. Ele nunca acreditou que eu estaria aqui hoje e assim tão rápido. E olha só, o mundo dá voltas e vou lutar com ele na próxima luta - conta Poatan, que acredita estar em crescimento mais acelerado do que o atual campeão de sua categoria:

- Ele é um cara duro, é um cara difícil, experiente, mas estou vindo numa crescente, vindo com uma grande evolução. Estou muito feliz com os meus treinos. Ele é um cara que já tem uma carreira no Kickboxing, no MMA… Não estou falando que ele parou, mas a evolução dele não está que nem a minha. Eu comecei 'agora', então minha evolução está gigante. Tenho muito que aprender e estou me dedicando a isso -.

A vitória do brasileiro no UFC 276 foi a sexta de seu cartel, sendo três delas pelo Ultimate. O lutador tem 34 anos e apenas uma derrota no MMA profissional.

Lance!
Publicidade
Publicidade