0

Leonardo de Deus fatura prata nos 200m borboleta no Pan-Pacífico

Brasil ficou na quarta posição no revezamento 4x200m livre, em prova emocionante

10 ago 2018
10h14
  • separator
  • comentários

A natação brasileira voltou a subir ao pódio no segundo dia de disputa do Campeonato Pan-Pacífico, que está sendo realizado em Tóquio. Após faturar uma medalha de bronze com João Gomes Junior na quinta-feira, Leonardo de Deus assegurou nesta sexta a prata na prova dos 200 metros borboleta.

O resultado obtido por Leonardo de Deus foi o mesmo do Pan-Pacífico de 2014. E ele foi conquistado com a marca de 1min54s89, a 0s55 do japonês Daiya Seto, que faturou a medalha de ouro com 1min54s34. O pódio foi completado pelo norte-americano Zachary Harting, que cravou 1min55s05. Já a versão feminina da prova foi vencida em 2min07s35 por Hali Flickinger, dos Estados Unidos.

Também nesta sexta-feira, as finais dos 100m livre, ambas com a presença de brasileiros, foram vencidas por australianos. No evento masculino, o campeão olímpico Kyle Chalmers assegurou o ouro com o tempo de 48s00, com o segundo lugar no pódio sendo dividido pelo australiano Jack Cartwright e pelo norte-americano Caeleb Dressel, ambos com 48s22. Marcelo Chierighini veio logo atrás, em quarto lugar, com 48s36, enquanto Pedro Spajari foi o sétimo colocado, com 48s51.

Na disputa entre as mulheres, Cate Campbell bateu o recorde do campeonato ao vencer a prova em 52s03, deixando para trás a norte-americana Simone Manuel, que fez 52s66, e a canadense Taylor Ruck, com 52s72. Já a brasileira Larissa Oliveira ficou em oitavo lugar, com 54s78.

O Brasil participou também da disputa masculina do revezamento 4x200 metros livre e ficou na quarta colocação. Luiz Altamir abriu a prova, Fernando Scheffer chegou a ocupar a liderança, Leonardo de Deus fechou a sua participação em terceiro lugar e Guilherme Costa a concluiu fora do pódio, na quarta posição, com um somatório de 7min11s65. Os Estados Unidos ultrapassaram a Austrália nos metros finais e asseguraram o ouro com 7min04s36 e um vantagem de 0s34. E o Japão foi o terceiro colocado. O evento feminino foi vencido pela Austrália, que fez 7min44s12, deixando para trás as norte-americanas, que contaram com a participação de Katie Ledecky.

Na final A dos 100m costas, sem a presença de brasileiros, o norte-americano Ryan Murphy também fez o recorde do campeonato para faturar o ouro, com 51s94. Já na disputa feminina, quem se deu melhor foi a canadense Kylie Masse, que cravou 58s61.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade