0

Weverton diminui peso de tabu: 'É decisão independente dos números'

Palmeiras não vence o São Paulo no Morumbi há 24 partidas (nove empates e 15 derrotas), mas goleiro diz que retrospecto não influencia o trabalho antes do Choque-Rei de sábado

5 out 2018
14h47
atualizado às 15h02
  • separator
  • comentários

O Palmeiras vai enfrentar o São Paulo neste sábado carregando um jejum de 24 partidas sem vencer o rival no Morumbi (são nove empates e 15 derrotas no período). Apesar de o tabu ser um recorrente assunto nas vésperas de Choque-Rei na casa tricolor, Weverton diz que os números não influenciam o trabalho na Academia de Futebol.

Weverton durante a entrevista coletiva desta sexta-feira, na Academia de Futebol (Foto: Thiago Ferri)
Weverton durante a entrevista coletiva desta sexta-feira, na Academia de Futebol (Foto: Thiago Ferri)
Foto: Lance!

- Não incomoda (o jejum), nos preparamos a cada jogo para tentar vencer, sabendo das dificuldades. Mas esta questão do tabu nem levamos em consideração. Os números ficam mais para o torcedor e os jornalistas, é o trabalho de vocês analisá-los. Nós encaramos como uma decisão independente dos números - avisou o goleiro.A última vitória alviverde sobre o São Paulo no Morumbi ocorreu em 2002. O encontro dos times agora terá influência na ponta do campeonato, já que o Palmeiras é o líder, e o Tricolor está a um ponto atrás, na terceira posição. Para Weverton, independente do resultado, o campeonato seguirá aberto.

- Tem muitos times brigando. Vimos nos outros anos normalmente duas equipes lá em cima, mas agora é diferente. Teremos jogos importantes nas próximas duas rodadas, mas não define nada. Temos de fazer bons jogos, manter o padrão e concentrar jogo a jogo. O que acontecer sábado não define, mas é um passo importante para quem quer ganhar - completou.

O Choque-Rei é válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro e está previsto para acontecer às 18h deste sábado. Até pela importância do clássico, o camisa 21 não quis falar sobre o Boca Juniors (ARG), adversário na semifinal da Copa Libertadores.

- Agora é o momento de relaxar um pouco da competição que nos cobrou muito. Claro que vimos o Boca, assistimos ao jogo (o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro), mas sabemos que vai demorar um pouco para nos enfrentarmos, eles podem ter mudanças. Não dá para planejar muita coisa. É focar no Brasileiro e nos concentrar no que temos de fazer agora - encerrou.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade