0

Wenger admite frustração por estar sem clube: 'Não estou aposentado'

Treinador esteve no Arsenal por mais de 20 anos e deixou o clube na última temporada; desde que saiu dos Gunners, seu nome foi especulado em vários clubes mas nada concreto

16 nov 2018
17h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Arsène Wenger é um dos nomes mais fortes do mundo da bola quando o assunto é treinar um time de futebol. O técnico francês ficou no comando do Arsenal por 23 anos consecutivos e foi multicampeão. Em entrevista à 'beIN Sports', o treinador, no entanto, afirmou que está chateado por estar fora de competição.

Wenger esteve por 23 anos no Arsenal (Foto: Adrian Dennis / AFP)
Wenger esteve por 23 anos no Arsenal (Foto: Adrian Dennis / AFP)
Foto: Lance!

- Eu não me sinto e não estou aposentado, mas me sinto frustrado com a falta de competição. Eu sou basicamente um competidor e é disso que sinto falta. Honestamente, há muitas coisas que eu não sinto falta, como todas as coisas ao redor do jogo que você tem que lidar. Mas, claro, o dia a dia, a competição, as conquistas, compartilhar emoções, dividir competições, altos e baixos com os outros, é claro que sinto falta disso porque passei minha vida nisso - disse.

O treinador está disponível no mercado e tem sido fortemente colocado em rumores com grandes clubes europeus. Principalmente no Paris Saint-Germain, onde a imprensa afirmou que Wenger assumiria o posto de diretor do futebol.

Assim como a revista 'France Football', que publicou que o técnico estaria com um acordo para assumir o comando do Milan, no lugar de Gennaro Gattuso, mas que foi prontamente negado pelo lendário treinador francês.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade