0

Vigilância Sanitária emite nota sobre reunião com o Flamengo: 'O clube se comprometeu a atender as normas'

Órgão também se pronunciou a respeito da motivação da ida ao CT do Rubro-Negro, que ocorreu na última quinta-feira

23 mai 2020
14h46
atualizado às 14h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A agitada semana do Flamengo se encerrou na última sexta-feira, já que jogadores estão de folga neste fim de semana, sábado e domingo, após treinos no Ninho do Urubu - apesar de não estar oficialmente autorizado pela prefeitura e governo do Rio de Janeiro. Na última tarde, por exemplo, um representante do clube teve que ir à sede da Vigilância Sanitária para prestar esclarecimentos após o veto à entrada da fiscalização no CT, quinta última.

Entrada do Ninho do Urubu: Fla recebeu multa da prefeitura (Foto: Reprodução / Twitter)
Entrada do Ninho do Urubu: Fla recebeu multa da prefeitura (Foto: Reprodução / Twitter)
Foto: Lance!

Via assessoria de imprensa, a Vigilância Sanitária emitiu uma nota na qual explica a motivação da visita, que foi devido a uma "denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia" do novo coronavírus. Além disso, diz que o Fla e comprometeu a atender as normas:

- O clube (Flamengo) se comprometeu a atender as normas sanitárias fundamentais para a prevenção de riscos à saúde pública - diz trecho da nota.

O Rubro-Negro chegou a ser multado pelo veto à fiscalização, através da prefeitura: R$ 2.967,00 por desrespeitar o Código Sanitário do município.

Veja o comunicado da Vigilância Sanitária na íntegra:

"Fiscais da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda estiveram na tarde desta quinta-feira, 21/05, no Centro de Treinamento do Clube de Regatas do Flamengo para conferir denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia da COVID-19. Na chegada, a equipe foi impedida de entrar sob alegação de não haver funcionário do setor administrativo para acompanhar a inspeção, infringindo o Código Sanitário do Município do Rio de Janeiro (inciso X, Art. 30 do Decreto 45.585/18). Diante disso, o estabelecimento foi autuado e o responsável notificado a comparecer na sede da Vigilância nesta sexta, 22, para prestar esclarecimentos quanto à denúncia e também ao fato ocorrido.

Representantes do Clube de Regatas do Flamengo estiveram na Vigilância Sanitária nesta sexta-feira, 22/02, para esclarecer por que fiscais do órgão e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda foram impedidos na quinta, 21/05, de entrar no centro de treinamento que, por isso, acabou multado. No encontro, técnicos da Vigilância reforçaram a importância do cumprimento do Decreto RIO 47.282/20, com medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19, como a restrição de aglomeração. O clube se comprometeu a atender as normas sanitárias fundamentais para a prevenção de riscos à saúde pública."

Veja também:

Editor do L! analisa possível destino de Lautaro Martínez nessa janela de transferência
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade