1 evento ao vivo

Vice-presidente do Botafogo fará cobranças sobre a venda de Luís Henrique

Carlos Eduardo Pereira afirmou que clube não informou qual foi o valor ganho na transferência do atacante ao Olympique-FRA e que fará cobranças na reunião do Conselho

28 set 2020
16h22
atualizado às 16h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A venda de Luís Henrique ao Olympique de Marselha, da França, ainda não está totalmente no entendimento das pessoas nos bastidores do Botafogo. Pelo menos é o que garante Carlos Eduardo Pereira, vice-presidente do Alvinegro. O dirigente fez uma publicação no Instagram na manhã desta segunda-feira questionando a falta de transparência nos valores da transferência.

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)
(Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

O presidente do Glorioso entre 2015 e 2017 afirmou que está apurando o valor que o Botafogo embolsou com a venda do jogador 18 anos e o possível risco de penhoras. Além disso, CEP colocou que fará questão de trazer o assunto à tona na próxima reunião do Conselho Diretor, marcada para esta própria segunda-feira, à noite, na sede de General Severiano.

- Estou apurando as exatas condições de venda do Luis Henrique para o Olympique, não divulgadas no âmbito do Conselho Diretor. Valor exato, Comissões, Forma de Pagamento, Percentual que Coube ao Botafogo, Existência de Risco de Penhoras, Previsão de Utilização dos Recursos. Tudo isto deveria ter sido trazido previamente pelo Presidente Nelson Mufarrej a mim e a seus pares da Diretoria o que, infelizmente, não ocorreu. A cobrança será feita na reunião desta segunda-feira, dia 28.09, em General Severiano - escreveu.

A apuração do LANCE! dá conta que a transferência entre Botafogo e Olympique de Marselha foi fechada em 12 milhões de euros (cerca de 75 milhões de reais, na cotação atual). O Alvinegro tinha direito a 40% dos direitos federativos do atleta.

Veja também:

Relembre goleadas marcantes na história do futebol
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade