0

Verdão revive rodízio, vence apertado e cria expectativa para o Dérbi

Mano Menezes decidiu poupar sete jogadores para o clássico de sábado e usou a base do time campeão de 2018 na vitória apertada sobre o Vasco. Desempenho precisa melhorar

7 nov 2019
00h01
atualizado às 00h40
  • separator
  • 0
  • comentários

A estratégia de Mano Menezes acabou funcionando: o time venceu o Vasco fora de casa e ainda poupou seis titulares para o Dérbi de sábado. O processo, contudo, não foi tranquilo, e o triunfo por 2 a 1 em São Januário veio de forma apertada, muito por conta de vacilos neste retorno do rodízio.

Palmeiras venceu o Vasco por 2 a 1, em São Januário (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8/Lancepress!)
Palmeiras venceu o Vasco por 2 a 1, em São Januário (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8/Lancepress!)
Foto: Lance!

Weverton e Bruno Henrique, pendurados, além de Marcos Rocha, Vitor Hugo e Gustavo Scarpa, desgastados, nem viajaram. Mano, então, decidiu reviver a ideia bem sucedida de Felipão em 2018, em que conseguiu arrancar no Brasileiro com um "time B".

-> Veja a classificação do Brasileirão e use o simulador

Mayke, Luan, Gustavo Gómez, Victor Luis, Thiago Santos, Lucas Lima, Willian e Deyverson, todos titulares contra o Vasco, faziam parte da equipe dos pontos corridos no ano passado. Diferentemente da campanha campeã, Dudu ganhou descanso e entrou apenas no segundo tempo.O Palmeiras alternativo até começou bem o jogo, e saiu na frente com um gol de Lucas Lima, bem trabalhado em contragolpe, com assistência de Matheus Fernandes, que foi bem. Só que Mayke cometeu uma falha feia e marcou contra, empatando para o Vasco ainda no começo da partida. Ele e Luan mostraram insegurança em diferentes momentos do confronto.

A atuação ruim do árbitro Rafael Traci fez com que a partida fosse sempre picotada com faltas, irritando jogadores dos dois times. Este foi o tom especialmente do segundo tempo, já que na primeira etapa a partida foi mais aberta, em que Deyverson foi um dos destaques alviverdes.

Na volta do intervalo, Luiz Adriano substituiu o centroavante depois de se recuperar de uma lesão na coxa direita. O camisa 10 deu trabalho para a defesa vascaína e foi premiado com o gol, bastante contestado pelo adversário, que reclamou de falta. A preocupação é que ele saiu sentindo novo incômodo no local que havia machucado.

Ainda que com um jogador a mais, o Verdão teve um certo sufoco nos minutos finais, com Luan improvisado como atacante por sentir dores musculares, e Mano não ter mais trocas a fazer.

Não foi novamente uma partida brilhante do segundo colocado do Brasileiro, mas o time fez novamente sua parte. Assim como na rodada passada, o Flamengo entrará em campo com cinco pontos de vantagem - o rival rubro-negro será o Botafogo, nesta quinta-feira.

A expectativa agora é por um futebol melhor no Dérbi, já que aqueles que estavam mais desgastados receberam um descanso. Ao poupar contra o Vasco, Mano Menezes mostrou o peso que o clássico de sábado tem; portanto, o que se espera é uma atuação mais convincente do Palmeiras, que mantém uma campanha que significaria título em qualquer outra edição do Brasileiro.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade