1 evento ao vivo

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Paulistão 2019 após a 6ª rodada

Saiba quem são os líderes dos principais fundamentos individuais do campeonato

12 fev 2019
10h44
atualizado às 10h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Como já é uma tradição aqui no Números da Bola, acompanhamos rodada após rodada os principais rankings individuais de fundamentos do Paulistão. Para isso, montamos a Seleção das Estatísticas do campeonato após cada bloco de jogos, mostrando os líderes de acertos, em números gerais, de cada quesito, de acordo com dados do Footstats.

Para montar o time, porém, selecionamos um critério principal para cada posição. No gol, assume a camisa 1 o goleiro que mais realizou defesas difíceis. Nas laterais, os que mais acertaram cruzamentos. Na defesa, um zagueiro que rebate e outro que rouba bolas. No meio, o líder de desarmes, de inversões de jogo, de passes pra gol e de assistências para finalização. Na frente, o artilheiro e o maior finalizador. Completa a equipe, no banco, o principal driblador.

- O PAREDÃO

Dudu é o maior driblador do Paulistão (Divulgação Palmeiras)
Dudu é o maior driblador do Paulistão (Divulgação Palmeiras)
Foto: Lance!

Henal deu a volta por cima (Imagem: Reprodução/Premiere)

Henal foi a imagem da 4ª rodada do Paulistão, quando falhou em um recuou de bola e acabou sofrendo um gol em sua reestreia pelo São Bento, contra o São Caetano - terminou 1 a 1. O goleiro, no entanto, deu a volta por cima e vem sendo um dos destaques do campeonato.

Em apenas três jogos como titular, é o goleiro com mais defesas difíceis na competição, com oito intervenções. Contra o São Paulo, a 5ª rodada, chegou a defender um pênalti. No duelo com a Ferroviária, no fim de semana, ajudou a segurar o 0 a 0 entre as equipes.

- OS CRUZADORES

Reinaldo é uma das armas do São Paulo (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)

O jogo aéreo tem sido uma das armas das equipes neste início de temporada. Com os times ainda ganhando entrosamento na movimentação e no toque de bola, os ataques pelo alto têm sido bastante utilizados. Neste quesito, o Santos de Sampoli lidera a estatística, com 189 bolas levantadas, seguido por São Paulo (180) e Ferroviária (155).

E vem do 2º e 3º colocados os laterais. Revelado pelo Internacional e com passagem pelo Porto, Diogo Mateus, da Ferroviária, é o lateral-direito que mais acertou cruzamentos até o momento, com 13, segundo dados do Footstats. Na esquerda, quem domina o fundamento é Reinaldo. O Tricolor já concluiu 10 de duas 34 tentativas.

- A DUPLA DE ZAGA

Kanu passou 4 anos no Vitória (Foto: Maurícia da Matta//EC Vitória)

Na defesa, uma dupla formada pelo zagueiro com mais desarmes na competição e outro que lidera o ranking de rebatidas defensivas. Nestes quesitos, destaque para Kanu, do Oeste, vice-líder do Grupo D, e Plínio, do Botafogo de Ribeirão Preto.

Forte no jogo aéreo, o experiente zagueiro de 34 anos, ex-Vitória, é o líder de rebatidas do Paulistão, com 71 bolas tiradas. Já Plínio, do Botafogo, é o que mais desarmou, ao lado de Ricceli, do Mirassol, com 12. No entanto, fica com a vaga na Seleção em razão do segundo critério que de desempate, as rebatidas - 43 x 37.

- O CÃO DE GUARDA

Jobson é um dos destaques do Paulista (Marcelo Zambrana/AGIF)

Revelado pelo Palmeiras, Jobson tem sido um dos destaques da boa campanha do Red Bull Brasil neste Paulistão - é o 2º colocado no Grupo A, atrás apenas do Santos.

Na equipe desde o 2º semestre do ano passado, quando foi contratado junto ao Náutico, Jobson é o volante com mais desarmes certos no campeonato, com 17 recuperações de posse em cinco jogos disputados.

- O ORGANIZADOR

Aos 33 anos, João Paulo retornou ao futebol paulista (Divulgação)

Revelado pelo São Caetano, em 2005, mas com uma carreira quase toda feita no futebol paranaense, onde defendeu Iraty, Londrina, Paraná, Athlético e Coritiba, João Paulo está de volta a São Paulo. E apesar da campanha ruim do São Bento, o meia é um dos líderes de inversões de jogo certas.

O líder na verdade, entre os jogadores de meio-campo, é Jobson, do Red Bull, com nove, que é também o maior ladrão de bolas da competição. Com sete, no entanto, o experiente meia ocupa a segunda colocação na lista, entrando assim na Seleção das Estatísticas.

- O ARMADOR

Rafael Chorão é um dos destaques do Bragantino (Reprodução)

Velho conhecido do torcedor paulista, já tendo atuado por Rio Branco, Mirassol, Linense, Portuguesa, Guaratinguetá, Botafogo de Ribeirão Preto e Água Santa, entre outros, Rafael Chorão está no Bragantino deste 2018, e vem tendo boas atuações pelo clube.

Com 16 assistências para finalização - uma delas terminando em gol -, o camisa 10 do Massa Bruta é o jogador que mais criou chances de gol no Paulistão até o momento.

- O GARÇOM

Nenê é líder de assistências (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O setor de criação do São Paulo vem sendo alvo de críticas durante este início de temporada. O time é apenas o 9º no ranking de passes para finalização no campeonato e o 11º em finalizações certas.

Ainda assim, Nenê aparece no topo da lista de garçons do Campeonato Paulista. Dos oito gols marcados pela equipe, três nasceram através de passes do camisa 10 tricolor.

- O FINALIZADOR

Jean Mota é o artilheiro do Paulistão (Foto: Ivan Storti/Santos)

Ninguém finalizou tanto quanto Jean Mota nestas seis primeiras rodadas de Campeonato Paulista. Ninguém, também, finalizou tão bem quanto o meia santista.

Muito participativo no esquema de Sampaoli, Jean é o líder dos três rankings ofensivos do Paulistão até agora: volume, acerto e bolas na rede. São 22 finalizações, sendo 14 no alvo e cinco gols marcados.

- O GOLEADOR

Ytalo marcou contra o Corinthians (Marcelo Machado de Melo/Fotoarena)

Com Jean Mota, artilheiro do Paulistão, ocupando a vaga de finalizador da Seleção, a camisa 9 do selecionado ficou com Ytalo, do Red Bull Brasil, um dos vice-artilheiros da competição.

Autor de três gols no campeonato, ele divide a segunda colocação no ranking de goleadores ao lado de Derlis González, do Santos, Morato, do Ituano, Diego Cardoso, do Guarani, e Matheus Jesus, do Oeste. Com sete finalizações certas, porém, o ex-são-paulino leva a melhor no segundo critério de desempate.

- O DRIBLADOR

Dudu segue em grande fase (Divulgação Palmeiras)

Principal referência técnica do Palmeiras nos últimos anos, Dudu começou 2019 sendo mais uma vez decisivo para o clube. Garçom do último Brasileirão com 14 assistências, o camisa 7 vem liderando neste Paulistão as estatísticas de dribles.

Segundo o Footstats, ninguém driblou mais que o atacante palmeirense nestas seis primeiras rodadas de Estadual. Ao todo, foram 12 fintas certas de 15 tentadas, um aproveitamento de 80%.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade