1 evento ao vivo

Vasco fecha as portas ao mercado e prepara 'reforços' para o Brasileirão

Derrota na final do Carioca não muda planos de Zé Ricardo, que reforça confiança em elenco e conta com volta de lesionados e regularizados: 'Os reforços estão dentro do clube'

9 abr 2018
15h30
atualizado às 16h17
  • separator
  • comentários

A campanha foi positiva e, até os 49 do segundo tempo, o título estava nas mãos do Vasco. A derrota nos pênaltis frustrou os planos de Zé Ricardo a curto prazo, é verdade. Mas nada que mude o planejamento para temporada. O treinador descarta a possibilidade de pedir contratações para a diretoria e confia no elenco que tem em mãos. Principalmente os 'reforços caseiros'.

- Os reforços estão dentro do clube. Tem o Kelvin, o Ramon, o Breno, o Paulinho, o Rildo, o Giovanni Augusto... se tudo der certo, o Marcelo Mattos também volta. Não vamos fazer qualquer tipo de análise do mercado em atletas, tenho total confiança no nosso grupo - afirma o treinador.

A falta de peças na decisão do Carioca evidenciou algumas carências do elenco. Principalmente nas pontas, onde Henrique e Yago Pikachu foram improvisados. Na posição, Paulinho, Rildo e Kelvin estão lesionados - os dois últimos devem voltar logo nas primeiras rodadas do Brasileirão. Zé ainda tem uma carta na manga: o garoto Lucas Perdomo, recém-contratado do Boavista, está regularizado após o fim do Carioca. Assim, os crias da Colina Caio Monteiro e Paulo Vitor devem perder espaço na equipe.

Para o meio de campo - defensivo - a ausência de Wellington na final também foi sentida. Mas Zé poderá contar com Bruno Silva, que também não pôde jogar o Carioca por ter chegado após o prazo limite de inscrições. O caso de Marcelo Mattos é mais complicado: ele sequer treinou nesse ano e a volta aos gramados é improvável. Na frente, Giovanni Augusto retoma a forma física após lesão muscular e brigará por espaço entre os titulares. Confira a situação de cada um deles:

Kelvin
O meia-atacante de 24 anos não conseguiu engrenar no Vasco nos quinze jogos que fez ano passado. Uma lesão grave em dois ligamentos do joelho o tirou dos gramados por quase um ano. Desde o fim de março, ele treina com bola junto do elenco e recupera a forma física. Pode voltar ao time nas primeiras rodadas do Brasileirão. Voltaria para brigar por titularidade como atacante de lado.

Kelvin treina com bola e está perto do retorno aos gramados

Ramon
Virou xodó da torcida em sua segunda passagem pelo Vasco e vinha em grande momento até romper o ligamento cruzado do joelho. Voltou às atividades com elenco, mas ainda não está liberado para treinos coletivos. Pode retornar ao time no próximo mês. Bem fisicamente, briga com Henrique pela titularidade.

O lateral Ramon só deve voltar a atuar no próximo mês

Rildo
O atacante iniciou bem a temporada no Vasco e chegou até a barrar Paulinho no ataque. Uma lesão no ombro e a suspensão pela entrada em João Paulo o tiraram da final do Carioca. Hoje, retornando aos treinos, deve ser opção para o Brasileirão. Pode ser opção na reserva e eventualmente titular no ataque.

Rildo estará à disposição de Zé para estreia no Brasileirão

Giovanni Augusto
O meia-atacante fez bons jogos, mas passou mais tempo no Departamento Médico do que em campo. Tem característica criativa, e pode ser importante durante o ano. Com lesão muscular, deve voltar ainda nesse mês. Vira alternativa para Zé Ricardo e deve alternar entre o time reserva e titular.

Giovanni Augusto sofreu duas lesões em menos de quatro meses

Breno
O zagueiro vivia boa fase quando teve lesão no joelho e, desde o ano passado, não entra em campo. Aos poucos, recupera a forma física e também deve retornar apenas em maio. Com as deficiências defensivas da equipe (a que mais sofreu gols no Carioca), ele volta para ser titular de Zé Ricardo.

Breno deve retornar aos gramados em maio. Saudades, torcedor?

Paulinho
O melhor jogador da equipe sofreu lesão grave na última partida da Libertadores e só retorna aos gramados após a Copa do Mundo. Perda grande para Zé Ricardo, que estuda alternativas até o retorno do garoto de 17 anos.

Paulinho só retorna aos gramados em agosto. Perda significante

Lucas Perdomo
Destaque do Boavista, o garoto de 21 anos pode ser uma carta na manga de Zé Ricardo para o Brasileirão. Recém-chegado em São Januário, só não foi relacionado para final por já ter atuado em outro clube na competição. Briga por um espaço no banco de reservas para beliscar minutos em campo.

Lucas Perdomo é atacante de lado e pode ser alternativa no banco

Bruno Silva
O volante foi um pedido de Zé Ricardo para completar a lista de reforços para Libertadores. Com 30 anos, pode atuar como zagueiro também. É o substituto imediato de Desábato no meio de campo. Só não atuou no Carioca porque 'chegou tarde'. Vira opção no banco para a estreia do Brasileirão.

Bruno Silva já treina com elenco desde o meio de março

Marcelo Mattos
É o caso mais complicado. Sem jogar desde 2016 e com inúmeros problemas de lesão, ainda tem contrato com o Vasco até o fim do ano. Não fez um treino na temporada e não tem previsão de volta. É quem tem menos chance de pintar no Brasileirão, apesar de Zé ainda esperar sua volta.

Marcelo Mattos não atua desde 2016. Ainda tem lenha para queimar?

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade