0

Vasco falha demais, é goleado pelo Bahia e se complica

Cruz-Maltino foi superado pelos baianos em Salvador pela ida das oitavas de final da competição e entrou em situação dramática para seguir no torneio. Volta é depois da Copa

9 mai 2018
23h49
atualizado às 23h51
  • separator
  • comentários

Não está fácil para o Vasco em 2018. Na noite desta quarta-feira, em Salvador, estreando na Copa do Brasil na ida das oitavas de final, o Cruz-Maltino foi goleado por 3 a 0 pelo Bahia. Drama para ser vivido pelo time de Zé Ricardo até a volta, marcada para 16 de julho, depois da Copa, quando as equipes se encontrarão em São Januário. Se vencer por três gols de diferença, o Vasco levará a decisão da vaga aos pênaltis. Para se classificar direto, tem de vencer por quatro. Qualquer outro placar a vaga ficará com o Bahia.

E O ENTROSAMENTO?
Nas oportunidades que o técnico Zé Ricardo não faz mudanças profundas no time, o Vasco não erra tanto. Mas quando isso acontece, deixando o entrosamento de lado, a situação muda de figura. Neste jogo, a utilização de três zagueiros, com Werley improvisado na lateral direita, definitivamente falhou.

PRESSÃO!
Dentro de seus domínios, o Bahia foi perspicaz para aproveitar as falhas apresentadas pela equipe de Zé Ricardo. Aos cinco minutos, Paulão falhou, Vinícius puxou o contra-ataque e achou Elton, que mandou cruzado pra fora. Aos 13, João Pedro desceu com perigo, mas ninguém do time baiano chegou para finalizar.

DE TANTO TENTAR...
...o Bahia abriu o marcador. Aos 18, Zé Rafael aproveitou sobra em jogada muito bem trabalhada por João Pedro - aliás, ele foi o destaque dos donos da casa no jogo, vencendo todas as disputas com os zagueiros do Vasco - e colocou o 1 a 0 no placar.

SEM REAÇÃO
Atrás do marcador, o Vasco não conseguiu mostrar que reagiria. Com isso, o Bahia continuava pressionando e levando perigo ao gol defendido por Martin Silva. Edigar Junio, aos 24, subiu livre após falta cobrada por Vinícius para ampliar a favor dos baianos sobre os vascaínos.

NINGUÉM BEM
Foi uma noite que ninguém estava bem com a camisa do Vasco. Até Leandro Desábato, a melhor contratação do Vasco em 2018, falhou bastante - o que é incomum em seu retrospecto. Aos dois minutos do segundo tempo, o argentino foi driblado por Élber e se não fosse o goleiro do Vasco, o terceiro era marcado. Dois minutos mais tarde, porém, a sorte não sorriu para o Cruz-Maltino, já que Vinícius fez o 3 a 0. Perto do fim, Kelvin acertou o travessão e quase diminuiu para o Vasco, mas era tarde demais.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 X 0 VASCO


LOCAL: Fonte Nova, em Salvador (BA)
DATA/HORA: 9/5/2018 - 21h45 (de Brasília)
ÁRBITRO: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
PÚBLICO/RENDA: Indisponíveis
CARTÕES AMARELOS: Wagner (7'/2ºT) Kelvin (29'/2ºT) e João Pedro (42'/2ºT)

GOLS: 18'/1ºT Zé Rafael (1-0), 24'/1ºT Edigar Junio (2-0) e 4'/2ºT Vinícius (3-0)

BAHIA: Douglas Friedrich; João Pedro, Everson, Lucas Fonseca, Léo; Gregore, Elton, Vinícius (Régis, 33'/2T), Zé Rafael; Élber (Allione, 23'/2T) e Edigar Junio (Kayke, 38'/2T) T: Guto Ferreira.

VASCO: Martin Silva; Werley (Kelvin, 27'/2T), Paulão, Erazo, Henrique; Desábato, Wellington, Bruno Cosendey (Wagner, 30'/2T), Yago Pikachu; Caio Monteiro (Andrey, 39'/2T) e Andrés Rios T: Zé Ricardo.

 

Veja também:

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade