0

Torcida do Flu reclama de homofobia em cobertura da FlaTV

Emerson Santos e o comentarista Alexandre Tavares comandaram a transmissão da partida, que foi criticada por internautas. Cantos homofóbicos foram escutados no estádio

13 fev 2020
11h58
atualizado às 12h40
  • separator
  • 0
  • comentários

O clássico agitado entre Fluminense e Flamengo, nesta quarta-feira, empolgou os torcedores que foram ao Maracanã acompanhar a semifinal da Taça Guanabara 2020. Contudo, alguns cantos homofóbicos foram escutados no estádio. Durante a transmissão da partida pela FLA TV, os internautas criticaram frases ditas na cobertura dos profissionais do clube com tons homofóbicos.

Foto: Reprodução

Aos 20 minutos da primeira etapa, os jogadores do clube tricolor foram reclamar com o árbitro e o momento foi classificado pelo narrador Emerson Santos, da FLA TV, como um "show das poderosas". O comentarista Alexandre Tavares também foi acusado de fazer brincadeiras homofóbicas no lance.

"Vai ser expulso ou o jogador do Fluminense vai expulsar o juiz. Nossa, que linda. Arrasou, querida!", disse o comentarista Alexandre, que foi interrompido por Emerson: "Ataque do show das poderosas", afirmou o narrador.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

FlaTV fez assim a transmissão do jogo de hoje, marquem o @mbittenfluoficial

Uma publicação compartilhada por Flunaticoss 👊🏼🇭🇺 (@flunaticoss) em

O clima quente da partida trouxe gritos homofóbicos por parte da torcida rubro-negra. Algumas manifestação dos tricolores foram ouvidas outras vezes ao longo da partida, vencida pelo Flamengo por 3 a 2. Os rubro-negros, quando o confronto se encaminhava para o apito final, entoaram cânticos homofóbicos como resposta: "Time de v...".

Em seguida, tricolores retrucaram com pedidos de "justiça". Com o encerramento (e vaga rubro-negra), ambas as torcidas optaram por enaltecer os seus respectivos times. Com a vitória, o Flamengo espera a Semifinal 2 da competição entre Boavista e Volta Redonda, que será no domingo.

Veja também: 

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade