1 evento ao vivo

TJD recua e poderá punir São Paulo se houver ataque a ônibus

Presidente do órgão fala em possibilidade de responsabilizar o Tricolor caso sejam atirados objetos no ônibus do Corinthians na entrada do Morumbi; mais cedo, falou em 'guerrinha'

11 abr 2019
18h02
atualizado às 19h09
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo corre o risco de ser punido por eventual comportamento ruim de sua torcida no entorno do Morumbi, na final deste domingo, contra o Corinthians. O clube alvinegro avisou que não entrará em campo se o ônibus da delegação sofrer algum tipo de ataque no trajeto para o estádio e, de fato, o dono da casa poderá ser responsabilizado por pedras arremessadas na recepção ao veículo do rival.

São Paulo em sua tradicional chegada aos jogos no Morumbi (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)
São Paulo em sua tradicional chegada aos jogos no Morumbi (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)
Foto: LANCE!

"Parece que as pedradas são sempre na entrada do estádio, então com certeza o tribunal pode fazer algo a respeito. É difícil, mas a situação será analisada",  disse Antônio Carlos Olim, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, ao LANCE!.

Ao Estadão, no começo da tarde, Olim havia tratado o aviso do Corinthians como "guerrinha entre os clubes" e citou a grande possibilidade de o clube perder por W.O. caso se recuse a entrar em campo, a "menos que aconteça um baita desastre".

O possível W.O. ocasiona uma derrota por 3 a 0 para o Corinthians, placar que teria de ser revertido no jogo seguinte, no dia 21, na Arena, em Itaquera. O ofício do clube foi enviado à Polícia Militar e à Federação Paulista de Futebol. O Promotor de Justiça do Ministério Público Paulo Castilho também recebeu o documento, mas não deu resposta à reportagem.

A preocupação do Corinthians tem fundamento. O ônibus da delegação foi apedrejado na entrada do Morumbi nos últimos dois anos. As avarias já haviam acontecido em anos anteriores também e acabaram se tornando frequentes.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade