PUBLICIDADE

Titular no Estadual, Renan Guedes comemora inscrição pelo Bahia na Sul-Americana

Lateral, que chegou no início do ano, vem tendo boas atuações pelo time de Aspirantes

20 abr 2021 22h25
ver comentários
Publicidade

Depois da segunda vitória seguida pelo estadual, contra o Bahia de Feira, por 1 a 0, no último domingo, o lateral-direito do Bahia, Renan Guedes, teve mais um motivo para comemorar. No final da tarde de segunda-feira, o tricolor divulgou a lista de inscritos na Copa Sul-Americana e o jogador, que chegou em janeiro do Joinville, está nela. Na competição continental, Renan usará a camisa 42.

Renan Guedes tem se destacado no time sub-23 e foi inscrito na Sul-Americana (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)
Renan Guedes tem se destacado no time sub-23 e foi inscrito na Sul-Americana (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

O jogador de 23 anos vem sendo titular absoluto no time de aspirantes que disputa o Campeonato Baiano. Até o momento foram nove jogos com a camisa do Esquadrão, sendo oito pelo estadual, com uma assistência, e um pela Copa do Nordeste. Inclusive, foi capitão há duas rodadas, na vitória sobre o Atlético.

Apesar de estar há apenas quatro meses em Salvador, Renan Guedes já se diz totalmente adaptado ao clube. O lateral afirma que está feliz com as oportunidades e com a sequência que vem tendo com o treinador da equipe de aspirantes, Cláudio Prates.

- Vem sendo feito um ótimo trabalho desde quando eu cheguei, o Cláudio me deu total apoio, perguntou onde eu me sentia bem jogar, qual a forma me encaixava mais ,e não só comigo, mas com toda a equipe. Estou muito feliz aqui, parece que sempre joguei no Bahia, essa camisa tem muita história e quero participar de muitas conquistas daqui para frente - projetou o lateral.

Além da oportunidade na Sul-Americana, o lateral destaca o foco no Baianão, que terá a sua última rodada nesta quarta-feira. O Bahia enfrenta o Jacuipense e precisa vencer para se garantir na próxima fase, jogo que é considerado uma decisão por Renan Guedes.

- A gente vem falando internamente que cada jogo é uma final, o próximo jogo é uma final, os seguintes são ainda mais decisivos. Se a gente sonha com título, cada partida tem que ser jogada como uma final - destacou.

CARREIRA

O lateral foi formado nas categorias de base do Corinthians, onde foi campeão do Mundial de Clubes sub-17 e da Copa São Paulo. A profissionalização veio pelo Atlético-MG. Depois, ele se transferiu para o Joinville, de Santa Catarina, clube no qual atuou nas duas últimas temporadas, disputando o Campeonato Catarinense e a Série D do Brasileirão.

No time catarinense, recebeu a proposta para o time sub-23 do Bahia. Após a transferência, foi criado o time de aspirantes para a disputa do Estadual. Agora, ele foi inscrito na Sul-Americana e a expectativa é, após o final do Baiano, ser efetivado no grupo principal.

Lance!
Publicidade
Publicidade