0

'Time sem governo' e 'vexame': Diniz recebe muitas críticas

Jornalistas Arnaldo Ribeiro, André Plihal e José Trajano analisaram o fiasco do Tricolor Paulista diante do Internacional, no Morumbi

21 jan 2021
10h56
atualizado às 11h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O São Paulo teve uma noite para esquecer nesta quarta-feira, no Morumbi, ao ser massacrado pelo Internacional por 5 a 1, em jogo válido pelo Brasileirão, e perder a liderança da competição para o próprio Colorado. Após a partida, o treinador Fernando Diniz comentou sobre a atuação da equipe e a pressão sobre ele no cargo e se incomodou com a pergunta de um jornalista.

Diniz perdeu a liderança após abrir folga de sete pontos para segundo colocado (Foto: AFP)
Diniz perdeu a liderança após abrir folga de sete pontos para segundo colocado (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

Diniz afirmou ainda que não tem medo de ser demitido da equipe e deve continuar no comando da equipe até o fim do Brasileirão. Alguns jornalistas se pronunciaram sobre a queda brusca de rendimento do Tricolor, que chegou a abrir sete pontos de vantagem na tabela, mas após quatros jogos sem conseguir vencer, viu a vantagem virar pó, como descreveu o L! Espresso.

Através do Twitter, o jornalista Arnaldo Ribeiro destacou que essa foi a maior derrota da história do São Paulo no Morumbi e que o time estaria 'sem governo'.

- São Paulo sofreu a maior derrota da história em sua casa e nenhum dirigente se pronunciou até o momento . Capitão Daniel Alves idem . Um time sem governo, nas mãos de um técnico refém de suas convicções sem resultados

Também pela rede social, o jornalista da 'ESPN' André Plihal afirmou que Diniz permanece no cargo apesar do grande acumulo de 'vexames'.

- São Paulo. No dia seguinte a maior derrota em casa na HISTÓRIA, a perspectiva é de manutenção do trabalho. Nenhum treinador do clube acumulou tantos vexames quanto Diniz. O q não vai impedi-lo de encerrar a temporada - destacou.

José Trajano, ex-'ESPN', afirmou em uma live pós-jogo do 'Uol' que o treinador não merece permanecer no comando da equipe mesmo que venha ser campeão. O São Paulo agora está um ponto atrás do Inter, faltando oito rodadas para o fim do campeonato.

- Não dá mais para o Fernando Diniz, mesmo que venha a ser campeão, porque não é possível o torcedor do São Paulo sofrer tanto e ele dirigir um time tão em ritmo de rancho, tão morto, sem alma, e ainda conservando o Daniel Alves como titular todos esses jogos que o São Paulo não jogou bem e perdeu - disse.

Veja também:

Listamos os dez melhores kickers da NFL
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade