0

Thiago Silva critica Leonardo por saída: "Foi desajeitado"

Zagueiro brasileiro afirmou que o fim da sua passagem pelo PSG deveria ser diferente

28 set 2020
10h52
atualizado às 11h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após deixar o Paris Saint-Germain, Thiago Silva revela mágoas com o antigo clube. O zagueiro brasileiro conta que a situação de renovação de contrato foi feita de forma errada.

Zagueiro Thiago Silva durante treino no Estádio da Luz, em Lisboa
22/08/2020
Pool via REUTERS/Miguel A. Lopes/
Zagueiro Thiago Silva durante treino no Estádio da Luz, em Lisboa 22/08/2020 Pool via REUTERS/Miguel A. Lopes/
Foto: Reuters

"É uma situação que me irritou. Não gostei da maneira como tudo foi conduzido. Mesmo com confinamento, as coisas deveriam ter sido feitas de forma diferente. Eu estava no Brasil, de quarentena, quando o Leonardo me ligou para me dizer que por causa da pandemia e das dificuldades... primeiro ele me perguntou se eu concordava em continuar por mais dois meses para competir numa eventual final da Liga dos Campeões. Eu disse que sim. E ele disse que seriam apenas dois meses. Deveria ter sido feito de forma diferente ", disse à "France Football".

Thiago Silva também comentou sobre a situação de Cavani. Para o jogador, o uruguaio foi desvalorizado pelo PSG.

- Durante a minha passagem no PSG, sempre dei o máximo. Três jogos da Liga dos Campeões mudariam tudo? E tudo o que eu conquistei nestes oito anos já não importa? Não é coerente. O Leo foi desajeitado e precipitado. Não só comigo. Também penso no Cavani, maior artilheiro da história do clube. Tomara que evoluam e não cometam o mesmo erro no futuro.

O zagueiro brasileiro também falou sobre interesse do Lyon e a negociação com o Chelsea.

"Foi só depois da final que o meu agente me falou sobre os clubes interessados e me disse que o Juninho me queria. Fico muito feliz de saber que ele pensou em mim, que queria me dar um papel de liderança. Isso prova que meu trabalho no PSG foi reconhecido. Também acredito que demonstrei durante o Final 8 que ainda poderia jogar bem", disse.

"Quando soube que não permaneceria no PSG, esperava por algo grande. No início, tinha medo de que minha idade fosse um problema, é difícil quando se passa dos 33. Mas eu queria acreditar e esperar por um projeto que correspondesse às minhas ambições e apareceu o Chelsea", completou.

Veja também:

Editor do L! analisa grave crise dentro e fora de campo do Botafogo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade