0

Técnico do Irã brinca com uso do VAR: 'Está do lado da Espanha'

Carlos Queiroz lembrou da eliminação na Copa de 2010, quando dirigia Portugal, e teve um lance polêmica contra a Espanha. Em 2018, a ferramenta anulou o tento do Irã

20 jun 2018
18h43
atualizado às 20h28
  • separator
  • comentários

A derrota do Irã para a Espanha, na segunda rodada da Copa do Mundo, foi levada com ironia pelo técnico Carlos Queiroz. O comandante brincou com o uso do VAR, que anulou um gol da sua equipe no segundo tempo. No entanto, a reclamação não foi devido à sua implementação, mas por não poder ter sido usado no Mundial de 2010. Segundo ele, isso favoreceu a seleção espanhola em duas oportunidades.

Carlos Queiroz viu sua equipe ter um gol anulado pelo VAR (Foto: Divulgação)
Carlos Queiroz viu sua equipe ter um gol anulado pelo VAR (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

- É uma pena que o VAR não tenha chegado em 2010. VAR está do lado da Espanha. Quando marcam um gol em impedimento, não tem VAR. Quando nós marcamos, tem VAR (risos). Mas é justo. Estou só fazendo uma piada com a situação, mas essa é a verdade - disse, lembrando da partida entre Portugal e Espanha, em 2010, onde o atacante David Villa marcou um gol irregular.

- Na África do Sul eles foram os justos campeões do mundo, mas o gol de Villa estava impedido. É a hora de dizer isso, porque não pude dizê-lo naquela ocasião. Para mim, o VAR vem com 10 anos de atraso. Mas, se chegasse seis meses mais tarde, teríamos um pontinho a mais.

Mesmo com a derrota, o Irã se mantém vivo na Copa do Mundo e depende de uma vitória contra Portugal, na próxima segunda-feira, para se classificar às oitavas. O duelo será um confronto direito pois, caso haja um vencedor, o derrotado estará eliminado do torneio.

- Portugal jogou contra um grande time, Marrocos, nós perdemos a primeira posição, mas continuamos vivos. Hoje (terça) nós tivemos um match point, perdemos, mas temos outro contra Portugal. Vamos tentar conseguir essa vitória para avançar e continuar sonhando com o nosso trabalho.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade