1 evento ao vivo

Tandara será desfalque brasileiro no início da Liga das Nações

Oposto será poupada para a fase final da competição feminina de vôlei

15 mai 2019
17h29
  • separator
  • comentários

A Seleção Brasileira feminina de vôlei segue em preparação no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), para a estreia na temporada de 2019. Na próxima terça-feira, às 20h, o Brasil duelará contra a China pela Liga das Nações, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF). Mas sem Tandara.

Tandara se apresentou na segunda-feira (Foto: Divulgação/CBV)
Tandara se apresentou na segunda-feira (Foto: Divulgação/CBV)
Foto: Lance!

A oposto, campeã olímpica em Londres-2012, se apresentou na segunda-feira. Ainda em recuperação de uma lesão sofrida no tornozelo esquerdo, a oposto deve ser utilizada na reta final da Liga das Nações. O treinador José Roberto Guimarães falou sobre a participação dela na competição.

- Para esse início não vamos contar com a Tandara. Ela já está em tratamento para a lesão no tornozelo trabalhando com calma e com cuidado para que possa participar das fases finais da Liga das Nações - explicou.

A Liga das Nações será disputada entre os dias 21 de maio e sete de julho. Na primeira semana, o time verde e amarelo enfrentará ainda a República Dominicana e a Rússia.

O grupo que está em preparação para a Liga das Nações no CDV é formado pelas levantadoras Roberta, Macris e Juma, as opostos Tandara, Lorenne e Paula Borgo, as ponteiras Natália, Gabi, Amanda, Tainara e Julia Bergmann, as centrais Bia, Milka, Lara, Mayany e Mara e as líberos Léia e Natinha. A central Carol se apresentará no CDV na próxima segunda-feira.

A ponteira Gabi comentou sobre a expectativa para a Liga das Nações e falou do momento atual da seleção feminina.

- Temos um grupo novo com jogadoras buscando um espaço. Estamos trabalhando muito e sabemos que a Liga das Nações é um campeonato forte. Essa competição tem uma importância grande como preparação para o Pré-Olímpico - disse Gabi que ainda falou sobre os primeiros desafios do Brasil.

- Teremos uma primeira etapa de competição difícil com dois adversários tradicionais, além da República Dominicana que tem evoluído bastante. Será muito bom jogar em casa com a nossa torcida que sempre é um apoio muito grande. Os torcedores serão fundamentais nessa primeira semana - afirmou Gabi.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade