0

Superclássico: Boca e River são os times que mais participaram de semifinal de Libertadores no século

Xeneizes são mais efetivos, com seis classificações para a decisão, enquanto Millonários conseguiram vaga na final somente em duas ocasiões.

22 out 2019
12h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Além de toda história envolvida no Superclássico da Argentina entre Boca Juniors e River Plate, há também o peso de ambos na Libertadores da América. Hexacampeão, o Boca Juniors é o segundo maior vencedor, ficando atrás somente do Independiente, com sete títulos. O River é o quarto que mais vezes levantou a taça, ao lado do Estudiantes, com quatro (o terceiro maior vencedor é o Peñarol, com cinco). O retrospecto, por si só, mostra o poderio da dupla quando se trata do maior torneio de clubes da América do Sul.

Boca Juniors e River decidem vaga na final da Libertadores de 2019, nesta terça-feira (Gustavo Ortiz/Lancepress!)
Boca Juniors e River decidem vaga na final da Libertadores de 2019, nesta terça-feira (Gustavo Ortiz/Lancepress!)
Foto: Lance!

No século XXI, os dois são, ao lado do Grêmio, os times que mais vezes chegaram até a fase de semifinal. O Boca disputa sua nona semi; o River, a sexta, tal qual o Tricolor Gaúcho. Logo mais, às 21h30, na Bombonera, somente um vai poder garantir vaga na grande decisão, que será disputada no Estádio Nacional de Santiago, no Chile, no dia 23 de novembro. A vantagem do River é considerável, já que venceu a ida por 2 a 0, no Monumental de Nuñez, e pode até perder por um gol de diferença.

Quando tratamos de efetividade na Libertadores, o Boca Juniors demonstra ser mais infalível que o maior rival. Afinal de contas, em 75% das vezes que chegou até a fase de semifinal avançou à final. Somente contra o Fluminense, em 2008, e Independiente Del Valle, em 2016, que os Xeneizes foram eliminados. No mais, venceu Palmeiras (em 2001 e 2017), América de Cali (2003), River Plate (em 2004), Cúcuta (em 2007) e Universidade do Chile (em 2012).

A efetividade do River é menor (40%), mas com um adendo: desde 2001, se a equipe de Belgrado passa para a decisão é campeã. Foi assim em 2015 (eliminou o Guaraní, do Paraguai) e 2018 (Grêmio), ambos os títulos com Marcelo Gallardo, atual treinador. No entanto, o final não foi feliz aos Millonários em 2004 (eliminação para o Boca Juniors), 2005 (para o São Paulo) e 2017 (para o Lanús).

Confira todas as participações em semifinais de Libertadores no século XXI

Boca Juniors - 9

River Plate e Grêmio - 6

São Paulo - 5

Santos - 4

Internacional e Chivas - 3

Palmeiras, América (MEX), Universidade do Chile e Olímpia - 2

Flamengo, Fluminense, São Caetano, Athletico-PR, Cruzeiro, Corinthians, Atlético-MG, Rosário Central, Estudiantes, Velez Sarsfield, Newell's Old Boys, Lanús, San Lorenzo, América de Cali, Independiente de Medellín, Once Caldas, Atlético Nacional, Peñarol, Nacional (URU), Defensor, Nacional (PAR), Libertad, Cerro Porteño, Guaraní, Independiente Del Valle, LDU, Barcelona de Guayaquil, Bolívar, Santa Fé, Cruz Azul, Tigres, Cúcuta - 1

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade