0

SSL Finals tem briga entre brasileiros por últimas vagas nas quartas

Bruno Prada, junto do sueco Freddy Lööf, está em sétimo lugar após oito regatas do torneio de vela nas Bahamas, enquanto Lars Grael é o nono. Os dez melhores passam de fase

7 dez 2017
18h22
  • separator
  • comentários

Restando três regatas para o início das decisões do Star Sailors League (SSL) Finals, campeonato de vela disputado em Nassau, nas Bahamas, há uma disputa entre brasileiros pelo top-10, grupo que avança às quartas de final. Bruno Prada, que navega junto do sueco Freddy Lööf, está em sétimo lugar geral, enquanto Lars Grael e Samuel Gonçalves estão em nono.

Carlo Borlenghi
Carlo Borlenghi
Foto: LANCE!

- Faltam três regatas para acabar a série, estamos com sete, oito barcos brigando por duas, três vagas. Vamos melhorando a cada dia, acredito que vamos conseguir entrar na final. Amanhã (sexta) a previsão é de um pouco mais de vento, temos chances de fazer boas regatas amanhã e conseguir classificar para a final que é nosso objetivo. Depois zera tudo. O importante é entrar na final - analisou Bruno Prada, duas vezes medalhista olímpico quando velejava com Robert Scheidt.

Lööf e Bruno ficaram em 5º e 16º lugares nas regatas desta quinta, enquanto Lars e Samuel terminaram em 12º e 7º e estão a dois pontos da primeira dupla. O irmão de Torben Grael considera que nas duas provas da tarde conseguiu melhorar nas largadas e lidou com a falta de sorte por resultados melhores.

- Na primeira regata faltou um pouco de sorte para a gente, fizemos uma ótima largada na boia, junto com o Torben, indo para a esquerda. Chegamos a estar momentaneamente na liderança, mas quando chegamos no extremo da esquerda foi a única mudança substancial do vento do dia, para a direita, e ali toda nossa liderança se foi por água abaixo - disse Lars Grael.

- No último popa (última perna da regata), que o balanço era liberado, faltou um pouco de resistência física minha no final. Perdemos posições preciosas para chegar em 12º. O Robert (Scheidt) estava junto da gente no último contravento e chegou em segundo. Às vezes um pequeno detalhe faz muita diferença no fim. Na segunda regata tivemos terminamos em sétimo lugar, que nos devolve à zona de classificação. Estamos perto do sétimo e oitavo, mas também próximos do décimo e décimo primeiro. Tem três regatas ainda, tudo pode acontecer, e tem que manter o foco na classificação entre os dez melhores para o sábado, quando zera tudo - completou.

Além dos três brasileiros citados, Robert Scheidt e Henry Boening estão na segunda colocação geral, atrás dos norte-americanos Mark Mendelblatt e Brian Fatih. Artur Lopes, que compete com o alemão Hubert Merkelbach, está em 18º lugar, distante do top-10, assim como Torben Grael, irmão de Lars, e Guilherme de Almeida, que estão em 23º lugar entre 25 equipes.

Oito das 11 regatas classificatórias já foram disputadas, e as últimas três acontecerão na sexta. Após esta etapa, os dez primeiros seguem para o último dia de competição, no sábado, quando haverá quartas de final, semifinal e final, com oito, seis e quatro barcos, respectivamente. O vencedor da primeira fase passa diretamente à final, enquanto o segundo colocado entra na semifinal. O campeonato é transmitido ao vivo pelo site "starsailors.com".

*O repórter viaja a convite da SSL

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade