7 eventos ao vivo

Sport, com gol de Élton, quebra jejum diante do Santa Cruz na Ilha do Retiro

Duelo válido pela Copa do Nordeste serviu para time de Daniel Paulista saltar para a terceira posição do Grupo A e deixar Santa fora do G4 no Grupo B

7 mar 2020
18h07
atualizado às 18h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No clássico pernambucano que valeu pela sexta rodada da fase classificatória na Copa do Nordeste, melhor para o Sport. Diante do Santa Cruz, o Leão foi mais eficiente em aproveitar uma das poucas oportunidades do confronto e bateu o rival por 1 a 0 com tento marcado pelo centroavante Élton.

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Foto: Lance!

Além de derrubar uma barreira onde o Leão da Ilha não vencia seu rival atuando em casa desde 2016, o time Rubro-Negro chegou a terceira posição com nove pontos no Grupo A. Já o Santa, em mais uma rodada, ficará fora do G4 do Grupo B estando nesse momento em sexto com seis unidades.

O caráter de clássico parecia contagiar de maneira tamanha os dois times no aspecto da dedicação física que a questão técnica ficou em caráter um tanto quanto secundário nos 45 minutos iniciais. Com isso, ficou notório que as reais oportunidades de gol que assustassem os gols defendidos por Luan Polli e Maycon Cleiton foram bastante escassas para não dizer reduzidas a dois lances.

A primeira foi em cobrança de falta onde, na bola alçada na segunda trave, o zagueiro Cléberson testou para defesa importante do arqueiro do Santa aos 26 minutos. Já a segunda delas aconteceu também via bola parada com Chiquinho batendo falta de muito longe e forçando Polli a defender em dois tempos já no último lance da primeira etapa.

No retorno do intervalo, a produtividade ofensiva do Sport, explorando principalmente o lado esquerdo do ataque, era o ponto alto do confronto onde o time Coral se mostrava incapaz de manter por mais tempo a bola no plano ofensivo e tentava, essencialmente, atuar na base dos contra-ataques.

Tendo dificuldade de finalizar com mais proximidade do gol defendido por Maycon Cleiton, as batidas de média distância foi a solução que recebeu maior apelo do Leão com Hernane Brocador e Raul Prata arriscando finalizações que serviram para levantar o torcedor Rubro-Negro presente na Ilha do Retiro.

Curiosamente, foi justamente depois que o time Tricolor chegou pela primeira vez com maior perigo no segundo tempo quando Fabiano encheu o pé e obrigou Luan Polli a fazer incrível intervenção, aos 33 minutos o Sport tirou o zero do marcador que definiu o confronto.

Depois de ótima investida pela direita com Marquinhos se livrando da marcação, Élton recebeu passe na entrada da área e bateu de chapa com a perna esquerda, rasteiro, tirando a possibilidade de defesa para Maycon Cleiton.

Veja também:

A novela continua! Após desistir de espanhol, Palmeiras segue em busca de novo técnico
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade