4 eventos ao vivo

Sesi vence Taubaté na abertura das finais. Jaqueline desmaia no intervalo

Time da capital saiu na frente na final da Superliga em noite com susto de campeã olímpica

24 abr 2019
01h15
  • separator
  • comentários

Em uma partida marcada pelo desmaio da bicampeã olímpica Jaqueline no intervalo do segundo para o terceiro set e por uma confusão nos bastidores por conta do video-challenge, o Sesi SP derrotou o EMS/Taubaté/Funvic por 3 sets a 0 - com um triplo 25/22 -, na noite desta terça-feira, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), e abriu 1 a 0 na série melhor de cinco da final da Superliga Cimed Masculina 2018/2019.

Sesi saiu na frente do Taubaté (Wander Roberto/CBV)
Sesi saiu na frente do Taubaté (Wander Roberto/CBV)
Foto: Lance!

O segundo confronto será no próximo sábado, às 21h30, no Ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP), com transmissão pelo SporTV 2.

O oposto Alan, do Sesi SP, foi o maior pontuador do confronto, com 14 acertos, e faturou o Troféu VivaVôlei. O ponteiro Lucas Lóh marcou 13 e o também ponteiro Lipe, 6. Pelo Taubaté, o argentino Conte marcou 11 pontos e o ponteiro Lucarelli e o oposto Vissoto terminaram o jogo com 10 pontos cada um.

O Taubaté, que eliminou o pentacampeão Sada/Cruzeiro na semifinal, não conseguiu fazer seu saque funcional e minimizar o ótimo volume de jogo do Sesi. O time fez apenas três pontos de bloqueio no total. O Sesi, que passou pelo Sesc RJ na outra semifinal, também pontuou mal no fundamento: fez apenas quatro pontos. Mas, o bloqueio foi eficiente amortecendo as bolas para que William pudesse preparar os contra-ataques dos donos da casa.

- Hoje nada funcionou, mas na verdade essa vitória foi mérito do Sesi SP. Em casa, no segundo jogo, vamos jogar melhor. Estamos preparados para uma série longa - disse o levantador do Taubaté, Rapha.

O técnico do Taubaté, Renan Dal Zotto, chegou a colocar Douglas Souza como oposto, no lugar de Vissoto, para melhorar a recepção e o volume de jogo, alternativa que deu certo em um dos confrontos contra o Cruzeiro, mas dessa vez não surtiu efeito.

No intervalo do segundo para o terceiro set, um susto parou o ginásio. A mulher do líbero Murilo, do Sesi, ex-ponteira da Seleção Brasileira, bicampeã olímpica Jaqueline, desmaiou enquanto dava entrevista para o canal SporTV, ao vivo, diante das câmaras. "Ai, gente, desculpa, estou passando mal", avisou Jaque, antes de cair e ser amparada pela repórter Fabíola Andrade. A jogadora foi prontamente atendida e o jogo demorou alguns minutos para começar. Segundo o departamento médico do Sesi SP, ela teria sofrido uma queda de pressão por conta do calor no ginásio.

Murilo conseguiu jogar o terceiro set, mas depois da vitória revelou apreensão com a situação.

- Fiquei preocupado, claro, mas vi que ela estava bem atendida pelo departamento médico do Sesi. Ela trabalhou o dia inteiro, pode ter sofrido uma queda de pressão pelo calor, vamos ver. Está agora no hospital, no soro. Eu nem quis me envolver muito na hora, confiei nos médicos, porque sabia que teria de seguir concentrado na partida - disse o camisa 8 do Sesi.

Sobre a vitória, ele disse que, apesar do placar de 3 a 0, foi um jogo muito difícil.

- Foi 3 a 0, mas os placares foram altos. A gente teve mais força nos finais dos sets - disse o jogador.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade