0

Sem nomes importantes, Tunísia tenta fazer história na Copa de 2018

Em sua sexta participação, seleção tenta chegar às oitavas de final pela primeira vez

14 jun 2018
12h17
  • separator
  • comentários

A Tunísia está em sua sexta participação em Copas do Mundo e tenta, na Rússia, quebrar um incômodo jejum. Em nenhuma delas, os africanos avançaram às oitavas de final. No entanto, em 2018, a parada é complicada: terá que superar Bélgica, Inglaterra e Panamá no Grupo G. Fora de campo, terá que lidar com a ausência de alguns dos principais jogadores.

Nabil Maâloul confiante em boa participação na Copa (Foto: Miguel Riopa / AFP)
Nabil Maâloul confiante em boa participação na Copa (Foto: Miguel Riopa / AFP)
Foto: LANCE!

Considerado o cérebro da seleção da Tunísia, Youssek Msakni sofreu uma lesão no joelho e ficou fora da Copa do Mundo. O técnico Nabil Maâloul também não pôde contar com Taha Yassine Khenissi, que joga no ES Tunis, também com problema no joelho.

Wahbi Khazri, que joga no Rennes, da França, está com o grupo tunisiano na Rússia, mas ainda não tem confirmada a sua participação na Copa do Mundo. A Tunísia tem até domingo, dia 17, um dia antes da estreia contra a Inglaterra, para definir se o meia-atacante fica até o fim do Mundial ou se será cortado.

Nem tudo na Tunísia é notícia ruim. Mohamed Amine Ben Amor, nome importante do elenco, era dúvida para a Copa, mas está garantido na competição.

Nos amistosos, a seleção africana teve bom retrospecto. Vitórias sobre Costa Rica e Irã e empates contra Turquia e Portugal. Contra os lusos, chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas buscou a igualdade. O último jogo preparatório foi diante da Espanha. Em Krasnodar, atuou bem e perdeu por apenas 1 a 0, o que rendeu elogios do técnico da Bélgica, Roberto Martínez.

- Para mim, eles mereceram vencer o jogo contra a Espanha. Foi apenas uma confirmação de que a Tunísia poderia ser uma das surpresas da Copa do Mundo - afirmou o treinador, à agência "Reuters".

O zagueiro Yohan Benalouane, que joga no Leicester City, falou sobre o objetivo da Tunísia na Copa.

- O nosso primeiro objetivo é passar da primeira fase. Seria algo incrível para o nosso país. Eu espero ter uma boa Copa do Mundo com todos os meus companheiros, seria algo incrível - afirmou o jogador.

Na próxima segunda-feira, dia 18, a Tunísia estreia na Copa do Mundo diante da Inglaterra.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade