0

Sem dificuldades, Juventude goleia o Paraná e vai ao G4 da Série B

Após primeiro tempo arrasador, equipe gaúcha mantém o mesmo ritmo na segunda etapa e conquista bom resultado para seguir brigando pelo acesso; Tricolor estaciona na classificação

20 nov 2020
21h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

E o torcedor do Juventude não poderia estar mais contente. Em duelo na parte de cima da tabela, a equipe de Caxias do Sul não deu chances ao Paraná, na noite desta sexta-feira (20), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

(Reprodução/Premiere)
(Reprodução/Premiere)
Foto: Lance!

Com o resultado de 5 a 0, o time comandado por Pintado chegou aos 37 pontos, subindo para a 3ª colocação. Já o time comandado por Rogério Micale, com o revés fora de casa, desceu um degrau na classificação, ficando agora na 10ª posição com seus 29 pontos.

O jogo

Aproveitando o fator casa, a equipe do Juventude, logo aos 3 minutos, já tratou de abrir o placar. Após receber na intermediária, o meia Renato Cajá arriscou um chute que acabou surpreendendo o goleiro Marcos. 1 a 0.

E a equipe da casa seguia melhor em campo. Com o passar do tempo, após mais algumas investidas, aos 16 minutos, Rafael Silva, após escanteio cobrado pelo lado direita, subiu mais que defesa do Tricolor, fazendo com que o camisa 1 adversário ainda tocasse na bola, porém não o suficiente para impedir o tento. 2 a 0.

Embalado pelo resultado parcial, o Ju não queria saber se tirar o pé do acelerado. Sendo assim, minutos mais tarde, aos 38, outra vez ele, Renato Cajá, agora fazendo uma bonita jogada individual, não perdoou o rival e marcou. 3 a 0.

Na reta final da etapa, com a equipe mandante ainda pressionando em busca de mais gols, fez com que o Paraná tentasse, ao menos, descontar antes do término. Porém, o chute de Andrey acabou batendo na defesa, mantendo o resultado parcial.

Já na segunda etapa, Rogério Micale optou por trocar seus atacantes, tirando Bruno Gomes para dar lugar a Matheus Matias. Entretanto, quem conseguiu balançar as redes novamente foi o Juventude. Aos 2 minutos, depois de Cajá mandar uma bomba de longe, a bola sobrou para Rafael Silva que, por sua vez, apenas rolou para Gustavo Bochecha ampliar. 4 a 0.

E quem disse que o time gaúcho iria parar a contagem por ai, pensou errado. Aos 10 minutos, aproveitando contra-ataque puxado por Rafael Silva, o atacante rolou para Capixaba que, na saída de Marcos, fez mais um. 5 a 0.

Na tentativa desesperada para amenizar um pouco a situação em campo, Micale então acabou promovendo três substituições seguidas. Entretanto, mesmo com as trocas, foram poucos os lances de perigo, dando a deixa para Pintado economizar tempo promovendo suas trocas, além de esperar o relógio correr até o apito final do árbitro.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade