10 eventos ao vivo
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Sem abrir mão de Dudu, Palmeiras pode vender Guedes ao Shandong

Atacante está emprestado ao Atlético-MG e passou a conversar nas últimas horas com a equipe chinesa, que sabe ser difícil levar o ídolo palmeirense. Janela fecha nesta sexta

12 jul 2018
15h12
atualizado às 15h45
  • separator
  • comentários

Depois de avisar ao Shandong Luneng (CHN) que não negociaria Dudu, o Palmeiras segue em conversas com o clube chinês, mas para vender outro atacante: Róger Guedes. Ele está emprestado ao Atlético-MG e saiu, inclusive, do treino desta tarde na Cidade do Galo. Sua saída à Ásia tem de ser definida até esta sexta, quando fecha a janela de transferências para o futebol chinês.

Róger Guedes é um dos destaques na boa campanha do Atlético-MG no Brasileirão (Foto: Bruno Cantini/Atlético)
Róger Guedes é um dos destaques na boa campanha do Atlético-MG no Brasileirão (Foto: Bruno Cantini/Atlético)
Foto: LANCE!

O Shandong é o terceiro interessado no jogador, já antes disputado por Porto (POR) e times da Arábia Saudita. Os chineses ainda não chegaram à quantia desejada, mas o valor total da negociação gira em torno dos 9 milhões de euros (R$ 40,7 milhões).

A negociação é complexa, pois envolve três clubes brasileiros: o Palmeiras, com quem Guedes tem contrato até março de 2021, o Criciúma, dono de 75% de seus direitos econômicos, e o próprio Atlético-MG, que havia acertado o empréstimo do atacante até dezembro.

O Galo até poderia tentar igualar a oferta, mas os números estão bem acima dos praticados no Brasil. O time mineiro tem direito a uma pequena fatia como vitrine em uma venda, e isto também está em pauta. É possível que o Atlético receba uma remuneração maior do que a prevista por ter colocado o jogador em destaque - ele é o artilheiro do Brasileiro com nove gols.

O Palmeiras comprou 25% dos direitos econômicos de Róger Guedes por R$ 2,5 milhões, em 2016. Paulo Nobre, presidente do clube na ocasião, aportou todo o valor e tem direito a receber exatamente esta quantia quando o atleta for vendido. Havia uma cláusula que dava ao Verdão a preferência para comprar outros 25% dos direitos por R$ 5 milhões, mas o clube preferiu não exercê-la e o Criciúma segue dono de 75%. Apesar da divisão dos percentuais, os clubes podem negociar entre si uma divisão diferente nos valores de transferência.

Dudu cada vez mais difícil sair
Róger Guedes pode acabar como uma opção para o lugar de Dudu. O Shandong Luneng chegou a oferecer 15 milhões de euros (R$ 67 milhões) pelo camisa 7, mas o Palmeiras recusou a proposta, por considerar que não há uma opção para substitui-lo à altura no mercado. Embora o atacante esteja balançado, o Verdão bate o pé, e os chineses chegaram ao limite. A tendência é de que o jogador permaneça ao menos até o fim do ano.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade