0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Seleção olímpica joga bonito e goleia Venezuela em amistoso nos Aflitos

Com dois gols de Antony, Brasil vence por 4 a 1, em Recife, no duelo preparatório para o Pré-Olímpico de 2020; Torneio dará duas vagas diretas para os Jogos de Tóquio, no Japão

10 out 2019
23h48
atualizado em 11/10/2019 às 01h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Em duelo que começou com longo atraso devido a um apagão no Estádio dos Aflitos, instantes antes da bola rolar, a Seleção sub-23 do Brasil fez valer a espera, jogou muito bem, e goleou a Venezuela por 4 a 1. Douglas Luiz, Antony (2x) e Pedro marcaram pela equipe brasileira no amistoso de preparação para o Pré-Olímpico, que será disputado em janeiro de 2020 e dará duas vagas diretas para os Jogos de Tóquio, no Japão.

Antony marcou dois na vitória brasileira em Recife, nesta quinta-feira (Foto: Rafael Melo/MyPhoto Press/Lancepress!)
Antony marcou dois na vitória brasileira em Recife, nesta quinta-feira (Foto: Rafael Melo/MyPhoto Press/Lancepress!)
Foto: Lance!

O time de André Jardine continua na capital pernambucana. A seleção verde e amarelo enfrenta o Japão na próxima segunda-feira, às 16h, na Arena Pernambuco.

SE NO JEITO NÃO VAI...
A Venezuela, que recentemente revelou o bom goleiro Fariñez para a seleção principal, parece ter um novo bom valor para sua meta. Joel Graterol foi nome do início do jogo ao fazer ótimas defesas em tentativas de Luiz Felipe, Caio Henrique e Matheus Cunha. Para vazar o camisa 1 foi preciso força, e muita: da meia lua, Douglas Luiz pegou sobra, encheu o pé e inaugurou o placar com um golaço.

FORA DE CONTEXTO
O Brasil jogava bem e dominava com tranquilidade. Quando está fácil demais, porém, o Santo desconfia. Aos 36, após bola alçada na área e o soco de Ivan para afastar, Cásseres passou por dois e, da entrada da área, bateu com desvio para empatar para a Vinho Tinto e esfriar a torcida pernambucana.

EM RITMO DE FREVO
O Brasil não voltou do intervalo para brincadeira e, antes dos 10 minutos da etapa final, já havia aberto 3 a 1. Aos cinco, Paulino e Pedrinho fizeram boa tabela, e o corintiano cruzou rasteiro para Antony bater de primeira e recolocar a Seleção à frente. Depois, o atacante ex-Vasco recebeu de Wendel, arrancou bem e deu linda bola para o ponta do São Paulo, que, já na área, anotou o segundo em sua conta pessoal.

JOGA BONITO, BRASIL!
Mesmo com as vários mexidas de André Jardine, com destaque para as entradas de Rodrygo e Pedro, o Brasil continuou apresentando um futebol vistoso. Ficou para o centroavante ex-Fluminense, que deixou saudade nas Laranjeiras, transformar o domínio no quarto gol brasileiro.ESCALAÇÃO
O Brasil sub-23 entrou em campo com:

Ivan (Ponte Preta); Emerson (Bétis-ESP), Luiz Felipe (Lazio-ITA), Ibañez (Atalanta-ITA) e Caio Henrique (Fluminense); Douglas Luiz (Aston Villa-ING), Wendel (Sporting-POR) e Pedrinho (Corinthians); Antony (São Paulo), Paulinho (Leverkusen-ALE) e Matheus Cunha (RB Leipzig-ALE)

Entraram:
Allan (Fluminense), Bruno Guimarães (Athletico-PR), Rodrygo (Real Madrid), Pedro (Fiorentina), Mauro Júnior (PSV), e Felipe Jonatan (Santos)

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade