2 eventos ao vivo

São Paulo tem acordo verbal por Jean e deve pagar mais de R$ 10 milhões

Nos bastidores, negócio é visto com bons olhos por ambos os lados. A tendência é de que o Tricolor desembolse uma quantia e ainda ceda algum atleta para os nordestinos

22 nov 2017
09h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Destaque do Bahia neste Brasileirão, o goleiro Jean está próximo de vestir a camisa do São Paulo na próxima temporada. Nesta semana, representantes do clube nordestino e do Tricolor se reuniram e chegaram a um acordo verbal para concretizarem a negociação, que deve ser oficializada apenas após o fim do campeonato. A informação foi inicialmente divulgada pelo Globoesporte.com.

Goleiro do Bahia tem acordo verbal para jogar no São Paulo na próxima temporada (Felipe Oliveira/ Bahia)
Goleiro do Bahia tem acordo verbal para jogar no São Paulo na próxima temporada (Felipe Oliveira/ Bahia)
Foto: Lance!

Dono de 70% dos direitos econômicos do jogador (avaliados em aproximadamente R$ 15 milhões), o Bahia está disposto a negociar sua parte com o São Paulo e liberar o goleiro sem maiores obstáculos. O acordo pode ser fechado por menos. Além de uma quantia de R$ 10,5 milhões, os nordestinos receberão um atleta para facilitarem o negócio. Ambos os clubes estudam quais serão os nomes que podem ser envolvidos na transação - os outros 30% seguirão com um grupo de empresários.

Quando soube do interesse do São Paulo, o goleiro, formado nas categorias de base do próprio Bahia, informou internamente que gostaria de ser contratado pelo Tricolor. A vontade do atleta pesou muito para o desfecho da negociação.

Titular em todas as partidas do Brasileirão, Jean chamou a atenção dos são-paulinos por ter fechado o gol dos tricolores baianos e ainda demonstrar uma grande habilidade com a bola nos pés. Além de ser um goleiro ágil, o arqueiro ganhou maturidade nesta temporada e se firmou em seu atual clube.

O arqueiro, inclusive, está aprimorando algo que os são-paulinos se acostumaram a ver nas arquibancadas nas últimas décadas: cobranças de falta. Embora ainda não tenha feito nem um gol sequer pelo Bahia, o jogador tem se esforçado nos treinos e, na rodada passada, no jogo contra o Sport, acertou uma bola na trave.

Nascido em 1995, o goleiro de 22 anos, ainda pode levar o clube de Salvador à Copa Libertadores da próxima temporada. Mesmo com essa possibilidade e com o interesse de clubes europeus, o destino dele em 2018 deve ser mesmo o Morumbi. A ideia da diretoria é trazer um concorrente de peso para Sidão.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade