0

São Paulo pode perder supremacia no Choque-Rei em caso de tropeço

De acordo com as contas do Tricolor, clube do Morumbi tem uma vitória a mais que o rival no confronto. Números do Palmeiras são divergentes, mas colocam o São Paulo na frente

15 mar 2019
08h19
atualizado às 08h19
  • separator
  • comentários

A quase centenária rivalidade entre São Paulo e Palmeiras ganha mais um capítulo neste fim de semana. Embora haja divergências nas contas entre os dois clubes, o Tricolor está em vantagem no confronto. Entretanto, de acordo com o levantamento da própria equipe do Morumbi, o Alviverde pode empatar o duelo em caso de vitória no Pacaembu, no próximo sábado, às 16h30, no Pacaembu. O jogo é válido pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

Clássico entre São Paulo e Palmeiras é um dos mais disputados da capital paulista (Moura / WPP)
Clássico entre São Paulo e Palmeiras é um dos mais disputados da capital paulista (Moura / WPP)
Foto: Lance!

Mas não é apenas nos mata-matas que os dois rivais se enfrentaram. Pelas contas do São Paulo, foram 317 oportunidades, com 108 vitórias do Tricolor, 102 empates e 107 vitórias para o Palmeiras. Ao todo, são 423 gols feitos pela equipe do Morumbi, contra 424 tentos do time de Parque Antárctica. O primeiro jogo, ainda de acordo com este levantamento, aconteceu em 1930.
Os números levantados pelo Alviverde são outros. De acordo com o Palmeiras, o Choque-Rei aconteceu em 311 oportunidades e a vantagem segue sendo são-paulina. No geral, são 108 vitórias do time do Morumbi, 104 triunfos do Verdão e 99 empates, com 407 gols para cada lado.

A divergência nos números, embora não seja gritante, há uma explicação simples. O São Paulo considera os jogos realizados desde 1930, ano de fundação do clube, e não levam conta as partidas realizadas no Torneio Início - competição que existiu nas décadas de 1960 e 1080 e que não levava em consideração algumas das regras da Fifa, como 90 minutos de tempo de jogo, por exemplo.

Por sua vez, o Palmeiras entende que as partidas daquele torneio precisam ser contabilizadas. Isto porque, a competição gozava chancela da Federação Paulista de Futebol, os principais jogadores de cada clube entravam em campo e havia a cobrança de ingressos para a entrada no estádio.

Independente das divergências, o São Paulo entrará em campo no próximo sábado com a obrigação da vitória. Os tricolores somam apenas 14 pontos em 30 disputados e estão na segunda colocação do Grupo D, concorrendo com Oeste e Ituano e a vaga na fase quartas de final do Paulistão.

Neste cenário, muito mais que a classificação para o mata-mata do estadual, o Tricolor joga pela supremacia do retrospecto histórico contra o rival. A fase não é boa, é verdade, mas o clube do Morumbi há algo pelo qual zelar.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade