0

São Paulo irá lucrar caso River Plate seja campeão da Libertadores

Cláusula de venda prevê pagamento extra ao Tricolor de um milhão de euros (cerca de R$ 4,2 milhões) caso atacante seja campeão continental pela equipe portenha

17 nov 2018
16h09
atualizado às 18h09
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Lucas Pratto chegou ao River Plate em janeiro deste ano como uma contratação histórica. Foi a compra mais cara da história do clube, superando as de Ariel Ortega e Belluschi. No futebol argentino, foi o terceiro mais custoso, atrás apenas dos retornos de Román Riquelme e Carlos Tévez ao Boca Juniors.

Pratto fez gol no jogo de ida da final da Libertadores
Pratto fez gol no jogo de ida da final da Libertadores
Foto: Divulgação/River Plate / Lance!

Na época da transação, Marcelo Gallardo foi o que mais insistiu pela chegada do então atacante do São Paulo à equipe Millionária. Tão forte foi o pedido do técnico, que o River Plate desembolsou 11,5 milhões de euros pelos direitos do centroavante e poderá gerar ao Tricolor mais um milhão de euros se o clube portenho for campeão da Copa Libertadores 2018.Isso porque na venda o São Paulo acertou uma cláusula que condicionava parte do valor aos títulos conquistados. Em relação à Libertadores, o valor acordado é de um milhão de euros (aproximadamente R$ 4,2 milhões). O acordo incluía que Pratto deveria ter 50% de participação nas partidas dos torneios, e nesta Copa o argentino esteve em todos os confrontos como titular.

Pelo River, atualmente, o atacante disputou 36 jogos, marcou sete gols e deu sete assistências. Além do São Paulo, o jogador também teve passagens por Vélez, Atlético Mineiro e pela seleção argentina de Edgardo Bauza.

Na decisão da Libertadores, Lucas Pratto foi o autor do primeiro gol no empate por 2 a 2, com o Boca Juniors, na La Bombonera. A volta, que decidirá o título, está marcada para o dia 24 de novembro, no Estádio Monumental de Núñez.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade