2 eventos ao vivo

Com Toró expulso, São Paulo e Bahia ficam só no empate

Sem grandes emoções, partida terminou com o placar zerado; Liziero voltou a torcer o tornozelo e Toró foi expulso após consulta ao VAR

19 mai 2019
13h13
atualizado às 14h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Sem grandes emoções: esse foi o resumo do confronto entre São Paulo e Bahia, neste domingo, pela 5ª rodada do Brasileiro. Para a decepção dos mais de 40 mil presentes no Morumbi, os tricolores protagonizaram um jogo morno e não saíram do zero a zero. O maior destaque ficou por conta da lesão de Liziero, que voltou a torcer o tornozelo, e a expulsão de Toró com ajuda do VAR.

Com o empate, o São Paulo chegou aos 11 pontos somados, estacionando na terceira posição. Já o Bahia assumiu a oitava posição, com sete pontos. As duas equipes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, dessa vez pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil, no Morumbi.

São Paulo e Bahia fizeram jogo sem emoção no Morumbi (Luis Moura / WPP)
São Paulo e Bahia fizeram jogo sem emoção no Morumbi (Luis Moura / WPP)
Foto: LANCE!

NOVA LESÃO DE LIZIERO

O jovem meia do São Paulo sofreu mais uma lesão no início da partida. Após entorse no tornozelo em janeiro, e estiramento na coxa em abril, dessa vez Liziero tomou um pisão de Gregore em disputa de bola e torceu o tornozelo direito. O jogador teve que ser substituído e deixou o gramado chorando, e o tamanho do inchaço na torção assustou o torcedor durante a transmissão.

PRIMEIRO TEMPO MORNO

Mesmo tendo a maior posse de bola, o São Paulo não conseguiu levar perigo ao gol do Bahia. A melhor oportunidade foi com Toró, que ficou cara a cara com o goleiro Douglas e viu o arqueiro fazer grande defesa para salvar o Bahia. O Tricolor de Aço chegava nos contra-ataques, e Gilberto quase abriu o placar num chute rasteiro perigoso que passou à esquerda da trave de Tiago Volpi.

TRIO DE ATAQUE DA COTIA

Na volta do intervalo, Cuca lançou Helinho no lugar de Alexandre Pato, deixando em campo o trio de ataque formado na base são-paulina: Toró, Helinho e Antony. A mudança surtiu efeito e o São Paulo cresceu no jogo, arriscando mais no gol e fazendo o goleiro Douglas trabalhar. A crescente são-paulina foi interrompida aos 26 minutos, quando Toró deixou o pé no ombro do goleiro Douglas e foi expulso após consulta ao VAR.

BAHIA PRESSIONA NO FINAL

Com a vantagem numérica em campo, o Bahia passou a controlar as ações do jogo. O treinador Roger Machado lançou Fernandão na partida e o atacante infernizou a defesa do São Paulo. O camisa 21 chegou a perder uma chance de gol clara, ao arriscar um voleio na grande área, mas o chute saiu fraco, para alívio da torcida são-paulina.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 0 BAHIA

Estádio: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data/horário: 19/5/2019, às 11h (de Brasília)

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)

Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Renda/público: R$ 2.196.501,00/44.640 presentes

Cartões amarelos: Luan (SAO), Douglas, Moisés e Gregore (BAH)

Cartão vermelho: Toró (SAO)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Walce e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero (Luan 12'/1ºT) e Hernanes (Nenê 23'/2ºT); Antony, Alexandre Pato (Helinho 1'/2ºT) e Toró. Técnico: Cuca.

BAHIA: Douglas; Ezequiel, Ernando, Lucas Fonseca e Moises; Elton, Gregore e Douglas (Ramires 24'/2ºT); Arthur, Gilberto (Fernandão 24'/2ªT) e Élber (Rogério 37'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade