4 eventos ao vivo

SP admite que Pratto quer sair, mas recusa oferta do River

Centroavante comunicou a Raí que deseja voltar a jogar na Argentina e o diretor compreendeu, mas não gostou da primeira proposta vinda do clube de Buenos Aires

5 jan 2018
13h08
atualizado às 13h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Pratto pediu para sair e treinou entre os reservas na manhã desta sexta-feira (Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Pratto pediu para sair e treinou entre os reservas na manhã desta sexta-feira (Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Lucas Pratto quer sair do São Paulo para se aproximar de sua filha, que mora na Argentina, e já comunicou isso a Raí. O diretor executivo de futebol compreendeu o jogador e abriu negociações com o River Plate, mas já recusou a primeira oferta que chegou e aguarda uma proposta mais alta para liberar o atacante.

"Existiu uma proposta, mas que não atende. A negociação deve durar mais algum tempo, mas o profissionalismo dele é claro. Levamos em conta a vontade dele, mas demonstramos sua importância dentro e fora de campo. Conjugando profissionalismo e vontade dele, pensando na instituição, vamos levar as propostas em consideração", disse Raí, nesta sexta-feira.

"O Pratto nos procurou. Foi uma conversa franca, aberta. Deixo claro profissionalismo e caráter impressionantes dele. É uma situação familiar que ele quer resolver, mexe muito com ele, mas em nenhum momento deixou de lado seu compromisso com São Paulo. Deixou claro que é uma coisa que quer bastante, mas desde que o São Paulo aceite", completou.

O São Paulo não confirma valores, mas o jornal Clarín, da Argentina, informa que o River Plate ofereceu US$ 11 milhões (R$ 35,54 milhões) pelo jogador. O clube tricolor detém 50% dos direitos de Pratto, e metade desse valor oferecido não reembolsa nem os R$ 20,7 milhões (6,2 milhões de euros, na época) pagos pelo clube ao Atlético-MG para contratá-lo em fevereiro.

O São Paulo deve bater o pé para receber, no mínimo, os 11 milhões de euros (R$ 42,94 milhões) exigidos em contrato para liberá-lo - o clube tricolor é obrigado a cobrir ou liberar qualquer oferta nesse valor. Esse é o tom adotado por Raí na conversa com o River Plate, e prometido por ele na conversa com Pratto, que tem contrato com até janeiro de 2021.

Mesmo querendo sair, o centroavante se reapresentou das férias normalmente com o elenco na última quarta-feira. Mas sua condição afeta o aproveitamento de Dorival Júnior. Na manhã desta sexta-feira, no primeiro trabalho aberto à imprensa na pré-temporada são-paulina, o argentino treinou o tempo todo entre os reservas, na maioria das vezes em formações repletas de garotos recém-promovidos das categorias de base.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade