0
Logo do Santos
Foto: terra

Santos

Meia é prioridade para o Santos, que insiste em Lucas Zelarayán

Busca por armador se intensifica e clube não desistiu de argentino do Tigres (MEX). Técnico espera também por centroavante, mas pedido dificilmente será atendido pela diretoria

10 mar 2018
06h03
atualizado às 08h18
  • separator
  • comentários

O Santos prioriza a contratação de um meio-campista para fechar o elenco, e o LANCE! apurou que a diretoria insiste em Lucas Zelarayán, do Tigres. As conversas não pararam desde o interesse do Peixe, porém, há algumas dificuldades em vista.

Santos insiste na negociação para ter Lucas Zelarayán em 2018
Santos insiste na negociação para ter Lucas Zelarayán em 2018
Foto: Divulgação / Lance!

Desde que os mexicanos anunciaram a permanência do atleta de 25 anos, o meia, que não estava sendo utilizado, emplacou sequência de seis jogos e anotou dois gols. Em alta, a saída de Zelarayán será ainda mais difícil.

O meio-campo do Santos tem sido ocupado pelo argentino Emiliano Vecchio. Embora tenha agora uma regularidade de jogo, o estrangeiro divide opiniões na torcida. Em alguns lances, a falta de velocidade do armador, que já deixou claro preferir jogar como um segundo volante, irrita parte dos santistas. Mesmo assim, disputou os 12 jogos da temporada. A janela de transferência brasileira fecha dia 2 de abril.

Recém-recuperado de uma grave lesão no joelho, Vitor Bueno é outra opção e tem sido frequentemente pedido pela torcida e acionado por Jair durante o segundo tempo. O camisa 7 deve ganhar mais oportunidades nos próximos jogos e, assim, adquirir ritmo de jogo. Jean Mota, que passou um tempo improvisado na lateral esquerda, e Gabriel Calabrês, promovido do sub-20, são vistos como possibilidades.

Publicamente, o técnico Jair Ventura pediu a contratação de um atacante de área, forte, para jogos "pesados", mas a busca deve ficar em segundo plano e ser concretizada apenas em caso de uma boa oportunidade de mercado.

O Santos esperar trazer alguém para o elenco com capacidade de brigar pela vaga de titular e que possa dar mais dinâmica ao meio-campo alvinegro. A demora para trazer um jogador é justamente a escassez de peças que se encaixem na realidade financeira do clube, que tem priorizado empréstimos a negócios definitivos.

Mas e o camisa 9?
Após a derrota para o Novorizontino, Jair Ventura afirmou que o Santos ainda "está buscando" um centroavante de ofício no mercado. Atualmente, o titular da posição é Gabriel. Rodrigão, que seria opção direta, perdeu espaço e não está nos planos do comandante. O jovem Yuri Alberto, de 16 anos, também pode atuar na posição, mas não se encaixa no perfil "forte" e "de área" desejado por Jair. O desejo do técnico tem poucas chances de ser concretizado.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade