Logo do

Santa Cruz

Meu time

Santa Cruz, com um a mais, empata no Pernambucano com o Central

Time de João Brigatti chega ao quarto ponto no estadual enquanto a Patativa, depois de ser goleada na estreia, marca sua primeira unidade

3 mar 2021
0comentários
Publicidade

A vantagem numérica na reta final não foi suficiente para o Santa Cruz exercer o favoritismo e bater o Central pela segunda rodada do Pernambucano nessa quarta-feira (3). Com uma equipe tendo algumas peças consideradas como reservas, o time do Arruda empatou por 1 a 1 no Lacerdão e, além de chegar aos quatro pontos, viu os anfitriões marcarem sua primeira unidade na competição.

Primeiro gol da partida foi marcado por Eduardo (Reprodução/Premiere)
Primeiro gol da partida foi marcado por Eduardo (Reprodução/Premiere)
Foto: Lance!

SUPERIORIDADE COM RESULTADO

Desde o início do jogo, quem detinha a posse e conseguia criar efetivas oportunidades de perigo no ataque era o time da capital pernambucana mesmo contando com uma escalação repleta de jogadores mais jovens visando a sequência da Copa do Nordeste.

Com esse ambiente favorável, o gol de abertura do placar para o Santa Cruz acabou surgindo quase que naturalmente e em um erro considerável da defesa do Central. Em bola cruzada pelo lateral-esquerdo Eduardo, a bola foi passando por todo mundo e entrou rente a trave do goleiro Murilo.

MISTO DE REAÇÃO E FRUSTRAÇÃO

Mesmo sem ter apresentado um grande caráter de melhora, a Patativa conseguiu encontrar o tento da igualdade depois do cruzamento onde o zagueiro do Santa, Célio Santos, tocou com o braço na bola dentro da grande área. Na batida, Júnior Lemos colocou de um lado enquanto Jordan foi para o outro.

Todavia, em apenas três minutos, o clima acabou novamente ficando negativo para os anfitriões. Isso porque o defensor Gleidson acabou derrubando Vinicius Balotelli (que tinha acabado de entrar) perto de sua grande área e a arbitragem entendeu como lance para cartão vermelho direto.

NO FIM, TUDO IGUAL

O fato de ter um homem a mais dentro de campo não foi um grande elemento diferencial para o Santa no sentido de apresentar grande domínio técnico na partida. Com isso, o Central conseguiu fechar bem os arredores da sua área e, apesar da bola na trave e da cabeçada extremamente perigosa de Léo Gaúcho, o time da casa sustentou o 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

CENTRAL 1 x 1 SANTA CRUZ

Local: Lacerdão, em Caruaru (PE)

Data e hora: 03/03/2021 - 16h (de Brasília)

Árbitro: José Woshington da Silva

Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior e Victor Matheus de Lavor Paes Barreto

Cartões amarelos: Júnior Lemos, Dodô, Djair (CEN) / William Alves, Danny Morais, Caetano (SAN);

Cartões vermelhos: Gleidson (CEN)

GOLS: Eduardo (23'/1°T) (0-1), Júnior Lemos (9'/2°T) (1-1)

CENTRAL (Técnico: Catende)

Murilo; Izael (David, no intervalo), Eduardo Favero, Gleidson e Matheus Issa; Madson, Djair, Jonatan (Denilson, aos 27'/2°T), Júnior Lemos e Dodô (Palacios, aos 26'/2°T); Jean Moser.

SANTA CRUZ (Técnico: João Brigatti)

Jordan; Augusto Potiguar, Willian Alves, Danny Morais, Célio Santos e Eduardo (Marcel, aos 37'/2°T); Caetano (Felipe Cabeleira, aos 25'/2°T), Italo Henrique e João Cardoso; Léo Gaúcho e Felipe Almeida (Vinicius Balotelli, aos 11'/2°T).

Lance!
Publicidade
Publicidade