1 evento ao vivo
Logo do Chapecoense
Foto: terra

Chapecoense

San Lorenzo pressiona, mas Chape vence amistoso na Arena Condá

Início do jogo foi muito intenso, com oportunidades para os dois lados, mas vitória foi garantida ainda na primeira etapa, com Luiz Otávio balançando as redes dos argentinos

11 jul 2018
22h45
atualizado em 12/7/2018 às 12h33
  • separator
  • comentários

A Chapecoense garantiu a vitória, por 2 a 1 sobre o San Lorenzo, nesta quarta-feira, em amistoso realizado, na Arena Condá. A equipe argentina ficou toda a etapa final atrás do placar, com isso tentou igualar o marcador, com três oportunidades ao final do tempo regulamentar, porém não teve sucesso. Os gols da partida foram de Wellington Paulista - com um minuto de jogo - e Luiz Otávio, e para os visitantes, Paulo Díaz.

O amistoso serviu para o técnico Gilson Kleina testar a equipe catarinense para a volta do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense tem mais uma semana de treinamento antes de entrar em campo contra o Bahia, no reinício do Brasileirão. A partida está marcada para o dia 19 de julho, às 19h30 (de Brasília), na Arena Condá
PRIMEIRO TEMPO

O início da partida foi completamente diferente para as equipes. A Chapecoense apresentou um bom ritmo de jogo, enquanto o San Lorenzo demonstrando pouco ritmo, por conta do último jogo, que foi realizado em 14 de maio. Logo no primeiro minuto, Wellington Paulista balançou as redes para o Verdão do Oeste. Mesmo saindo perdendo, os argentinos não se assustaram e, aos 13 minutos, Paulo Díaz, lateral-direito, também em bola alçada na área, cabeceou, em erro de marcação da Chape e igualou o marcador do amistoso.

Após ritmo intenso no início da partida, o duelo ficou mais equilibrado. Mesmo assim, o Verdão do Oeste errava muito passes no meio-campo, o que proporcionou contra-ataques para o time argentino, porém não levaram perigo ao gol de Ivan. Somente um lance deu susto no arqueiro: o meia Botta tentou encobrir, porém a bola foi para o lado de fora. Seria o gol da virada. Mas um trunfo apareceu ao final da primeira etapa: o zagueiro Luiz Otávio aproveitou a bola parada, aos 43 minutos, e cabeceou para o fundo da rede.

SEGUNDO TEMPO

Como de praxe em amistosos, os técnicos alteram totalmente os 11 jogadores dentro do gramado para experimentar as melhores táticas dos atletas. Deste modo, os times voltaram diferentes para a etapa final.

Até os 15 minutos de partida, a partida esteve equilibrada. Tanto Chapecoense e San Lorenzo buscaram o ataque para colocar ainda mais fogo no duelo. Em um certo momento, o jogo deixou de ser amistoso e ficou pegado, com chegadas fortes dos dois times.

Ao caminhar do término do jogo, os times diminuíram a intensidade das jogadas, que ficaram truncadas e poucas oportunidades de gols foram vistas pelos dois lados. Com isso, a Chapecoense - que conseguiu o tento ao final da primeira etapa - começou a controlar o resultado, porém mesmo assim sofreu três ataques perigosos dos argentinos.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade